For my international friends

segunda-feira, 16 de julho de 2012

aniversário Lukas- Erfurt

O sábado amanheceu chovendo. O programado era ir conhecer Eisenach, mas depois de muito pensar resolvi que ficaríamos em Erfurt mesmo e que Eisenach ficaria pro dia seguinte, com esperanças de que o tempo melhorasse, afinal lá teríamos um morro pra subir. Saímos do hotel debaixo de chuva, mas não iríamos perder a viagem e ficar no hotel o dia todo não é verdade?! É pra isso que serve guarda-chuva e casaco de chuva. A nossa sorte foi que estava relativamente quente, então andar na chuva não foi tao ruim como se estivesse frio. (É por isso que estou de shorts e casaco tá mamãe?!! hhehheheh)
Rathaus
Lukas com Bernd das Brot
Nosso primeiro passo foi, como sempre, procurar um PIT pra pegar um mapa melhor do que o que eu tinha levado junto. Mas pra variar ainda era muito cedo e estava fechado. Sorte que o Lukas já tinha visitado a cidade e sabia onde encontrar alguns dos atrativos. E a sinalizacao turística na cidade também é bem boa, então não tivemos problemas quanto a nos perdermos. 
Collegium Maius
rio Gera
Erfurt é a capital do estado de Thüringen (abrasileirado Turíngia - ôôô coisa feia). É também a maior cidade de Thüringen ao lado de Jena e Gera. A cidade tem cerca de 3 quilômetros quadrados de área, impregnada de construções medievais, cerca de 25 grandes igrejas e muitas casas em estilo enxaimel. Erfurt foi mencionada pela primeira vez, juntamente com a criação da diocese de Erfurt, por Bonifatius no ano 742. Na Idade Média, a cidade teve um alto grau de autonomia. Isso mudou com a subjugação a Mainz em 1664. A partir de 1802 Erfurt passou a pertencer a Preußen (abrasileirado Prússia) - exceto entre 1806 e 1814 enquanto esteve sob domínio francês - e assim permaneceu até 1945.
Augustinerkloster
Augustinerkloster
Augustinerkirche
O complexo da catedral = Dom (antigamente St. Marien) e St. Severi no Domplatz é símbolo da cidade. As igrejas estão sobre o Domberg (Montanha da catedral) e você chega até elas subindo 70 degraus. O maior sino da catedral, a Gloriosa, é o maior sino de livre oscilação da época medieval. Ele foi construído em 1497, tem 2,57 metros de altura e 2,54 de diâmetro e pesa 11.450 quilos. Atualmente ele ainda soa em ocasiões especiais e feriados.  O edifício atual do Dom começou a ser construído em 1154. Martin Luther (abrasileirado Martinho Lutero) foi ordenado nessa catedral em 1507. Bem ao lado da catedral está a St. Severi, cuja construção pertence às mais significativas construções góticas da Alemanha.
complexo Dom e S. Severi
A Kramerbrücke é mais uma das construções mais conhecidas de Erfurt. Essa ponte é toda construída com casas em estilo enxaimel e é a única ao norte do Alpes. Ela foi mencionada pela primeira vez em 1117 e em 1325 foi construída em pedra após sofrer com inúmeros incêndios. A estrutura tem 120 metros de comprimento, é construída com 32 casas e atravessa o rio Gera. Antigamente haviam igrejas nas duas pontas da ponte, mas hoje sobrou só a Ägidienkirche.
Krämerbrücke
A Alte Synagoge de Erfurt é uma antiga sinagoga, e com mais de 900 anos a mais antiga existente na Europa. Juntamente com um tesouro judaico encontrado em 1998 e um complexo onde ocorriam batismos, encontrado em 2007, a cidade de Erfurt espera incluí-las na lista de patrimônio cultural da UNESCO.
Alte Synagoge
Waagegasse logo ao lado
A Zitadelle Petersberg é uma fortificação dos séculos XVII a XIX. Ela é tida como uma das maiores e mais bem conservadas do seu tipo em toda Europa e foi construída em 1665 por ordem do Kurfürst e arcebispo Johann Phillip Von Schönborn.

Por sorte a chuva não durou mais muito tempo, foi parando no decorrer da manha. Ainda bem, porque tirar fotos com guarda-chuva não é lá muito fácil, apesar de ter um assistente... Lá pelas tantas meus pés começaram a doer absurdamente na sola, sei lá o que que foi, mas fizemos uma pausa e uma massagem e depois consegui caminhar de novo. Já imaginou não conseguir mais caminhar?! Assim no segundo dia de viagem ainda de manha?!! Claro que doeu algumas outras vezes durante o passeio, mas nada que uma descansada em algum banquinho não resolvesse o problema. 
existem muitas torres sozinhas espalhadas pela cidade,
 a maioria eram torres de igrejas que nao existem mais
resto do antigo muro
Schottenkirche
Stadtmuseum
Depois de já ter dado algumas voltas retornamos ao PIT em busca do tal do mapa. Esse PIT fica bem perto da Rathaus, não tem muito como não encontrar porque tem placas espalhadas pela cidade toda indicando o caminho. O que eu achei bem bom nesse PIT foi o fato de eles terem mais pessoas atendendo e não só uma pessoa responsável por atender os turistas e ao mesmo tempo vender ingresso pros inúmeros eventos da cidade, o que vi muito nessa viagem e acaba sendo meio chato pra quem quer só comprar um mapa ou uma lembrancinha. Pelo menos aí o mapa é de graça, e é só mapa mesmo, também sem informacoes mais profundas, ou mesmo superficiais.
St. Ägidienkirche
Krämerbrücke vista da  St. Ägidienkirche 
subindo a torre da St. Ägidienkirche 
vista da cidade de cima da torre da  St. Ägidienkirche
Apesar de a principal atracão da cidade ser o complexo do Dom com a St. Severi, acabamos deixando mais pro fim da manha, o que foi bom porque o tempo foi abrindo. A droga foi que estava tendo um festival de teatro ou coisa assim bem ali na praça, mais especificamente nas escadarias que levam até o Dom. Isso significou fotos não tao bonitas e um desvio pra conseguir chegar até a porta das igrejas. Achei meio burro isso por parte da cidade. Sei que pros moradores que vêem as igrejas todos dia nem faz diferença, mas pros milhares de turistas que visitam a cidade é sacanagem, porque acho que o mais legal seria ir chegando aos pouco até as igrejas, subindo aquelas escadarias todas. Mas não, tem que montar o palco bem na escadaria... e não era nem um evento gratuito!!
Allerheiligenkirche
rio Gera
Predigerkirche
Nós almoçamos uma Thüringer Bratwurst de novo, bem ao lado do Dom. Tava boa também, mas não melhor que a de Weimar. E a gente até deu entrevista pra um cara do jornal da cidade. Ele ficou super empolgado da gente ser brasileiro!! O problema é só que eu não sei qual o jornal pro qual ele escreve!! Como é que vou ver as nossas fotos, belos e formosos pagando mico em Erfurt?!!
vista da cidade de cima do Petersberg
Depois do almoço, voltamos pro hotel pra descansar um pouco, meus pés estavam me matando. Apesar de que o sol estava começando a despontar nesse momento, mas não tinha mais como continuar, tive que fazer uma pausa. 
Barfüßerkirche
Barfüßerkirche
Depois do cochilo merecido, fomos subir o Petersberg (entenderam porque eu precisava um descanso né?). Achei bem interessante a construcao lá, pena que muitas coisas estão caindo aos pedaços... Já tivemos até um ótima idéia prum dos prédios dali: transformar em um hotel de luxo!! Tenho certeza que ia ser um sucesso, com aquela vista e localizacao, os ricassos iam pagar uma grana pra passar a noite no lugar!! Pena que nos falta a grana, porque os sonhos...
Kaufmannskirche
Kaufmannskirche com estátua de Martin Luther
dentro da  Kaufmannskirche
O fim do dia estava maravilhoso!! O sol deu o ar da graça e nos proporcionou belas paisagens de lá de cima do Petersberg! E à noite, depois de um bom banho relaxante jantamos comida típica de Thüringen no restaurante "ZUM WENIGEMARKT"!! Estava tudo maravilhoso!! E pela quantidade de comida que vem no prato vale muito a pena!! Sério, saí de lá quase rolando... pratos alemães são sempre beeeem generosos...


fontes: http://de.wikipedia.org/wiki/Erfurthttp://www.erfurt-tourismus.de/home/

4 comentários:

  1. Que delícia de viagem! Adorei as duas cidades, essa e a do post anterior!! E a ponte com casas é muito legal! Quero ver os outros lugares que visitaram agora!! :D
    Beijos!
    Carla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma delícia mesmo Carla!!

      Super legal essa ponte com casas né?!! Eu adorei!!

      Pode deixar que já estou trabalhando nos próximos posts, é que dá uma canseira pesquisar e escrever tudo... hehheh

      beijao

      Excluir
  2. Olá Bárbara!
    Lindas as suas fotos desse passeio! Mesmo com o tempo um pouco ruim vocês conseguiram ótimas fotos. Como o clima na Alemanha é imprevisível, né? Ainda bem que no final do dia o sol deu as caras.
    Adorei a foto com a comida! Eu gosto de comida alemã, só não gosto mto dos molhos que eles colocam em cima da carne. Deixa a comida pesada! Mas uma coisa você ressaltou, os pratos são sempre muito bem servidos!
    Beijos
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana!!
      Realmente o clima por aqui é totalmente imprevisível, hoje mesmo já teve de tudo um pouco.
      Sério que você nao gosta muito dos molhos?!! Pra mim sao sempre a melhor parte!! Lembra muito a comida da minha Oma!!!
      beijo

      Excluir

Conte-me o seu segredo...