For my international friends

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Entrando no clima

Daqui 1 mês é meu aniversário... E os 30 chegando...



sábado, 25 de janeiro de 2014

Zickzackdecke - Terceira semana


Mais uma semaninha de atividades...




sábado, 18 de janeiro de 2014

Novo projeto: Zickzackdecke

Comecei o ano com uma novo projeto. Agora tenho uma atividade só minha nos minutos vagos entre cuidados da família e da casa.

04 jan - assim que chegaram as lãs
11 jan - primeira semana de atividades
18 jan - avanço da segunda semana

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Das coisas que a gente vê

-Indo ao mercado, vejo um homem segurando uma cadeira pra fora da janela, ele nos chama e pede ajuda. Achando que ele estava querendo jogar a cadeira fora e precisava de ajuda, fomos lá e ajudamos. Mas o que ele queria mesmo era colocar a cadeira do lado de fora pra poder pular a janela. Passei a manha inteira matutando do que (ou quem) diabos ele estava fugindo. E eu ainda fui cúmplice... hauhauahua.

- Mesmo dia, voltando do mercado: Dia que a prefeitura marcou de ajuntar os pinheirinhos de natal que aqui são colocados na rua lá por volta do dia 06 de janeiro. Vejo duas mulheres carregando um pinheiro que definitivamente não é desses de natal, ainda com raízes, pra aproveitar a "carona". Tudo pra não precisar pagar uma graninha que deve custar pra fazer isso da maneira correta...

sábado, 11 de janeiro de 2014

2014: A Mudança

O ano que mais temia agora está aí. O ano que precisamos voltar ao Brasil, sem perspectivas de nada, só sabendo que precisamos deixar a maior parte das nossas coisas prá trás, porque mudanca é caro pra burro. Por aqui está assim, batendo aquele sentimento bom por poder rever amigos queridos, mas com muitas incertezas e a tristeza de deixar esse país que amamos tanto e com o qual no idenfiticamos imensamente. Vai ser difícil, já está sendo na verdade, pensar em tudo que nao podemos levar, em ter que comecar tudo do zero de novo... Mas enfim, vamos ter que enfrentar mais esse desafio nas nossas vidas e se Deus quiser tudo se arranja e depois dos 4 anos abrigatórios no Brasil quem sabe Ele nao nos traga de volta os nos leve a outros lugares?! Quem puder/quiser ore por nós, por todas as decisoes a serem tomadas e por muita calma e paciencia quando de volta ao país de origem. E também quem souber de empregos/bicos e afins pros meses entre maio e outubro estamos aceitando já que se tudo der certo o Lukas consegue uma bolsa de pós-doc, mas que comeca só em outubro, até lá ainda nao sabemos o que fazer pra botar comida na mesa. Estou pensando seriamente em oferecer minhas artes crocheteiras por aí... Alguém precisando de mantinhas pra bebês e criancas? Estou fazendo! Lembram da primeira colcha que fiz pro Leopold? E por hora já comecei mais uma, algo desse tipo assim. Que tal?

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Natal, Nürnberg

Primeiro natal do/com Leopold! Nada mais especial não é verdade?! Pra marcar esse momento, comprei um pendurinho pra colocar na árvore. Agora em todos os natais quando for decorá-la vou lembrar do natal deste ano. E olha que legal, tem até a data! Pro próximos filhos vou ter que vir pra Alemanha pra comprar algo parecido (ou encomendar com alguém que more por aqui).

Como fomos viajar, comemoramos só nós três aqui em casa no 4° domingo de advento. Foi uma delícia, natal bem do jeito que eu gosto: velas, pinheirinho decorado, presentes, raclete, bolachinhas e música. Sem estresses e super tranquilo.

Na segunda pegamos o trem cedinho e viajamos até Nürnberg. Lá perto mora uma prima do Lukas, com quem passamos o natal (ela e mais a família toda dela, irmãs e pais). Ainda conseguimos fazer uma visitinha rápida em Nürnberg, pra matar minha curiosidade. Claro que um dia ainda pretendo voltar lá com mais tempo, pois passamos correndo por tudo, no entanto o dia resolveu colaborar e consegui belas fotos e ainda consegui comprar um pendurinho de Nürnberg (faço coleção de pendurinhos quando visito os Weihnachtsmark).


E apesar de não ter bolachinhas de natal (o que pra mim é quase imperdoável, natal não é natal sem bolachinhas, mas enfim... da próxima vez que for passar natal na casa dos outros vou levar umas escondidas pra matar minha vontade), tivemos um natal super tranquilo, que há anos já não vivia mais. E o Leopold se comportou super bem. Teve um dia de crise,que não sabemos ao certo se foi pelo estranhamento de estarmos num lugar diferente com muitas pessoas ao redor o tempo todo ou se foi por causa do primeiro dentinho que resolveu aparecer assim, no dia de natal!