Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2016

Ser ou não ser

O dilema atual da minha vida ( pelo menos um deles), é o desejo louco de voltar hoje mesmo pro lugar que eu aprendi a amar e a resolução que eu tinha feito comigo mesma de que eu deveria aproveitar o tempo aqui no Brasil pra conhecer um pouco mais dessa terra ainda tão desconhecida. Estou lutando entre viajar pra Alemanha por 2 semanas junto com meu marido que vai fazer seus contatos profissionais por lá, e fazer duas ou mais viagens menores aqui mais perto mesmo. Eu sou louca pra conhecer as cidades históricas de Minas Gerais, e tinha pensado em passar meu aniversário por lá. Tem ainda umas antigas fazendas de café aqui no interior de São Paulo e do Rio que me tentam há alguns meses. Além de, claro, a serra gaúcha que já conheço em partes, mas que adoraria conhecer com mais calma e não rodeada de um bando de adolescentes. Preciso decidir logo, as passagens só fazem aumentar de preço e eu estou louca de saudades dos amigos que deixei na terra gelada, queria tanto rever aquilo tudo, mo…

O desfralde

Não sei se vocês vão se interessar pelo assunto. Mas como eu já falei das fraldas de pano e como foi a minha relacao com elas, e porque o blog é meu e eu escrevo sobre o que eu quiser (huahauha risada de bruxa malvada), vou deixar aqui um breve relato de como foi o desfralde por aqui.
Antes de mais nada quero deixar bem claro que cada um tem um jeito de fazer, só vou escrever o que aconteceu comigo. Cada criança é uma e cada família é uma!
Bom, por aqui o cocô já estava rolando no vaso desde os 8 meses de idade, quando o pequeno já sentava direitinho e como fazia sempre em horários relativamente previsíveis começamos a colocá-lo no vaso sempre que dava. Por vezes funcionou super bem, por vezes houve escapadelas. Mas no geral cocô já estava sendo no vaso há um bom tempo inclusive com ele avisando quando precisava ir. Então o desfralde a que me refiro aqui é basicamente em relacao ao xixi mesmo.

A primeira semana foi a mais intensa, demorou um pouco pra ele perceber o que estava aconte…

Balanço literário de 2015

Ano passado já fiz um balanço literário desse tipo. E já que gostei esse começo de ano faço outro. Porque dicas de livros nunca é demais não é verdade?

1- O melhor livro que li este ano?

Esta é uma pergunta difícil de responder porque não acho que tenha lido um livro arrebatador este ano. Mas li livros muito bons. Se tiver que escolher, vou escolher um que não vai entrar em mais nenhuma das outras categorias, então só me resta o A vida secreta das abelhas. Este livro é narrado por uma menina de 13 anos cuidada pelo pai e que foge com a empregada negra e encontra numa outra cidade uma nova família. É meio complicado descrever este livro, sugiro que leiam e tirem suas próprias conclusões.

2- Surpreendeu positivamente

Orange is the new black Eu não sabia que existia um seriado a respeito. Mas quando li uma resenha sobre esse livro resolvi arriscar, mesmo não acreditando muito em livros que viram filmes e/ou seriados. E gostei muito da leitura. O livro conta a história real de uma moça branc…