For my international friends

terça-feira, 24 de junho de 2014

Curitiba e o turismo ( e a copa)

Antes de ir pra Alemanha fiz estágio num Posto de Informações Turísticas  (PIT) em Curitiba. Foi uma experiência super bacana, além de ter conhecido ali umas das minhas melhores amigas. Sabe daquelas que não deixam de falar com você só porque você está morando fora do país? Daquelas que podemos ficar um tempão sem se ver e se falar, mas  quando nos encontramos/escrevemos parece que se passaram só alguns minutos? Pois... Mas, não é dela que quero falar, quero só deixar aqui brevemente registrada a minha indignação com a qualidade do atendimento ao turista em Curitiba. Tá, estou bem por fora das coisas, meu cometário seria mais de uma potencial turista na cidade do que da turismóloga que o diploma me diz que sou, mas ainda assim... Fiquei muito chateada com o estado em que encontrei as coisas quando voltei. Achei que quando tinha saído as coisas estivessem caminhando pra frente, vi muitos projetos em andamento, tinham aberto uns 2 PITs novos por aqueles meses... Mas agora ao voltar... só decepção. Imagina gente, sendo uma cidade sede de jogos da copa e eles não parecem ter feito nada pra melhorar o atendimento ao turista na cidade. Só existem 2 PITs atuantes na cidade, de pelo menos 5 que eu me lembre que existiam quando eu saí... Sem contar que o atendimento era na sua maioria feito por estagiários, que mal e porcamente falavam inglês, e muitos estavam lá só pelas horas ganhas, e não pelo bem servir aos visitantes. Desculpem a sinceridade, ou arrogância, mas eles tinham é sorte de me ter por lá falando além do inglês também o alemão. Às vezes eu fico pensando que eu queria estar trabalhando nisso de novo, só pelo gosto de ver um turista sendo bem informado. Mas aí a gente vai se informar e é qualificado demais pra isso. Não é valorizado esse tipo de serviço, vai ver o quanto se paga pra quem atende turistas por aí, isso quando não é "voluntário". Será mesmo que receber bem quem vem visitar seu país, sua cidade não merece um atendimento de qualidade? Não merece ter alguém à disposição para mostrar o que a gente tem de melhor? Será que precisa ser sempre tudo tão sucateado??

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Incertezas

Apesar de estar curtindo passear por aí, ficar na casa da mãe sem precisar me preocupar muito com cozinhar, lavar e passar, está batendo a saudade de um canto só meu, onde posso fazer as coisas que quero na hora que quero... Estou sentindo falta da minha máquina de costura, de dar uma louca num dia e começar a costurar e/ou montar alguma coisa que tenha visto e que esteja com vontade. E essa agonia de não saber onde vamos morar, de não ter uma casa pra ajeitar com a minha cara me deixa louca e triste na maior parte das vezes. Queria logo que as coisas se ajeitassem, que tudo se definisse. Mas tá complicado por aqui, gente com qualificação não tem muita chance por aqui...


terça-feira, 17 de junho de 2014

A tal da saia

Lembram no blog anterior quando mencionei que tinha medo de voltar ao Brasil e descobrir que minha coisas tivessem sumido, sendo doadas pela minha mãe sem meu consentimento? Então... Pode ser que algumas coisas tenham sumido mesmo, mas nada que eu sinta imensa falta. Mas dentre as coisas que eu perceberia estava a tal saia, que eu amo de paixão. Ela está por aqui ainda!! Viva!! Imaginem a minha felicidade quando a encontrei de novo! Então para aquelas que na postagem da reclamação ficaram curiosas, aí vai uma foto da tal saia. Pode parecer meio sem graça pra alguns de vocês, mas eu adoro ela, em especial porque ela é suuuuper rodada e eu sempre tive uma certa paixonite por saias rodadas e longas, não me perguntem porquê.


Prometo ainda postar uma foto de mim usando a saia! Ainda nao tive tempo de lavá-la!

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Sumida

É, sumi por um tempinho. Passei duas semanas em Curitiba, e entre rever amigos queridos e cuidar do Leopold não tive tempo de vir dar um "Oi" pra vocês. Agora de volta à casa dos meus pais pretendo aparecer com mais frequência, tanto aqui quanto aos blogs amigos.

Nos vemos.