For my international friends

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Livros de graça, yes!!

No domingo "ganhei" mais dois livros pra minha coleção...



... vindos duma pilha de livros para doação ao lado da igreja. Pesquei dois que me pareceram mais interessantes, um de contos e outro de receitas cruas. Prá alguma coisa eles hão de servir!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Essa é pra ouvir...

... com lágrimas nos olhos lembrando com saudades da minha casa!



 

Domingo retrasado...

..., quando ainda fazia muito calor por aqui (leia-se 20° em pleno outono, pra pessoas que só estao acostumadas a essa temperatura entre maio e agosto), finalmente fui ver de perto uma construção que me chamava a atenção sempre que o metrô se aproximava da Hauptbahnhof. Parece ser uma moradia estudantil, ou entao de pessoas bem alternativas, numa região nada nobre da cidade (confesso que teria medo de passear por ali desacompanhada). Mas eu gostei mesmo é da arquitetura! E valeu a bateção de pernas por ali.



sexta-feira, 26 de outubro de 2012

sobre filhos

Hoje mais uma vez vi uma coisa que me indignou no facebook. Pessoas comemorando o "mesversário" das crianças, com direito a festinha, decoração e bolo. Gente, sou só eu que acho isso o cúmulo dos cúmulos??? O que está acontecendo com as pessoas?? Que valores são esses que regem a nossa sociedade?? A família agora virou pública, ninguém mais tem privacidade, muito menos as crianças! Se eu que sou adulta já fico indignada porque marido e família dele tem mania de querer saber TUDO sobre todos, e por isso eu o proibi de falarem sobre mim, a única pessoa com direito a decidir o que outros saberão ou não sobre mim sou eu mesma!! Imagina uma criança que não tem noção nenhuma de privacidade? Quem disse que os pais, ou no pior dos casos os avós, tem direito a ficar anunciando coisas pessoais das crianças por aí?? Quando ela for grande e tiver capacidade de discernir sobre as coisas ela vai escolher o que vai ser publico e o que não, é direito de todo ser humano isso, porque da criança não?????? O que tem de pais por aí postando tudo que os filhos fazem, através de fotos, de posts, de comentários, de sei lá mais eu o quê. Já começa na hora da gravidez, tem que colocar o update da barriga, dos ultrasons, do enxoval... quando nasce, é foto do parto, do quartinho, das quinhentas pessoas que foram no mesmo dia até o hospital levar germes pro recém nascido...Virou concorrência pra ver quem tem o filho mais simpático e mais formoso! Postam todas as frases bonitinhas e engraçadinhas que a criaturinha falou nos últimos minutos, manda-se e-mail pra família toda contando a "gracinha" do dia pra que todo mundo saiba e muitas e muitas fotos, comendo, fazendo xixi, brincando com o cachorro, peladinho, com a roupinha dada por nao sei quem, etc, etc... E os avós fazem a mesma coisa! É uma puxação de saco pra lá e pra cá. Já repararam que se as duas avós tem facebook ou receberam o tal e-mail (quando não são elas mesmas que os mandam porque tem muita avó por aí que se acha dona dos netos e anuncia também tudo que eles fazem), das duas uma: ou as duas comentam na mesma foto uma tentando ter a frase mais bonitinha ("como meu netinho é lindo", "ô coisinha mais amada da vovó", etc, etc), ou uma comenta numa foto e a outra se sente na obrigação de comentar na outra... Dá pra ver que não é mais genuína a coisa, é só porque ficam concorrendo entre si pra ver quem é a avó mais bacana e que mais "ama" o netinho. Fico p... com essas coisas! As crianças hoje em dia viraram ídolos, tudo que elas fazem é lindo e merece ser sabido por todos, e comentado também, porque quem não comenta nas fotos dos pequenos está com inveja. As famílias hoje em dia giram em torno das crianças, parece que nada nem ninguém mais tem valor depois que as criaturinhas são geradas. Ninguém mais vai perguntar como você ou seu marido/esposa está depois que anunciar uma gravidez, nunca mais ninguém vai querer saber do casal, é só das crianças, quais foram as gracinhas que ela fez hoje, qual foi a palvara nova aprendida, etc... Ao chegar na casa de alguém a primeira pessoa a ser cumprimentada e abracada com muito paparico vai ser a criança e não os adultos. Existe uma supervalorizacao desses serzinhos, tudo que eles fazem é bonito e é pra se mostrar. Não existe mais a intimidade de família, onde o casal e seus filhos podem curtir o momento familiar só deles, que é presente de Deus, que é por isso que a gente sai da casa dos pais e forma uma NOVA família. A partir do casamento seus pais e sogros são família extensa, não são mais nuclear. Agora você e seu marido/esposa é que são uma família, e é ali, dentro dessa família que Deus vai (ou não, depende de cada casal) colocar um criança, pra que eles possam se curtir entre eles, sem ninguém mais. E ensinar essa criança que quando ela crescer vai ser a mesma coisa. E eu quando for mãe, quero muito saber ensinar meus filhos que eles vão crescer e formar suas próprias famílias, e não fazer o escândalo que muitas mães fazem quando os filhos casam e/ou saem de casa, dizendo que seus mundos acabaram, ou pior, dizendo que a vida delas agora são os netinhos. Coisa mais ridícula (eu acho) é mãe que vive a vida dos filhos e/ou netos, que acha que eles são a coisa mais importante do mundo, que não são nada sem eles... Não estou dizendo que não são importantes e que não vou amar meus filhos, mas acredito que a pessoa mais importante na minha vida deva ser eu mesma. Porque se eu mesma não me amar e me respeitar, como é que vou poder fazer isso com outra(s) pessoa(s)??? 

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Wander-tour Schwarze Berge

Lembram quando expliquei sobre Harburger Berge? Pois que nele se encontra um parque regional chamado Regionalpark Rosengarten, que abrange áreas de proteção ambiental, visando integrar a sociedade à natureza e também a recuperação/proteção de espécies animais e vegetais. Assim sendo existem ali inúmeras iniciativas de integração homem-natureza. 
Olha a trepadeira...
...linda..
...ao lado..
...do ponto...
...do ônibus!
A Fischbeker Heide, por exemplo, está dentro deste parque. E além daquele Archeologischer Wanderpfad que expliquei aqui, existem muitos outros caminhos para quem quer explorar a região, ou simplesmente caminhar no meio do mato. Não faz parte só de Hamburg não, envolve outras cidades e vilas da região que fazem parte de Niedersachsen.
mais cogumelos pelo caminho
de muitos tipos e cores
borboletas?? Nããããão, cogumelos!
o caminho
esse musgo estava tao macio que parecia um tapete!!!
e lá no meio muito cogumelos
mais uma do caminho
adoro as folhas caídas

Nós fomos de ônibus até em frente ao Wildpark Schwarze Berge e de lá seguimos essa rota aqui, de 10km e nos pusemos a caminhar. Tá, quem leu direitinho o link percebeu que o roteiro original é de 18km, mas a gente ainda não está assim tao fit por isso fizemos o caminho menor. E valeu muito a pena. Apesar das muitas bicicletas cruzando nosso caminho foi uma caminhada deliciosa, tranquila e com lindas paisagens!!

e quando a trilha saiu do meio da floresta
tínhamos essa vista!!!
e o charme dessas árvores quadradas??
cor de ouro


E voltaremos! Com as inúmeras opções de Wanderwege por ali sempre vai ter o que fazer em dias bonitos!

uma espiada pro Freilichtmuseum Kiekeberg
esse museu deve ser muito legal
e olha quem eu encontrei!!!
Ali na beira da estrada, livres pra eu finalmente poder tirar fotos decentes!!!

domingo, 21 de outubro de 2012

A louca dos cogumelos

Por três dias seguidos vi de longe os bonitos cogumelos vermelhos que temos sempre na lembrança quando se fala em cogumelos. Sempre se desenha eles assim, vermelhos com os pontinhos brancos. Mas nas duas primeiras vezes eles estavam em lugares inacessíveis para que eu pudesse tirar fotos. Os primeiros vi de relance andando de metrô, eles estavam entre os trilhos de trem, o os outros vi no jardim de uma casa. Fiquei frustrada a princípio, mas pelo menos os tinha vista. No terceiro encontro, por mais que estivessem também no jardim de uma casa, estavam mais escondidos, e ali eu não teria vergonha de ir com minha máquina tirar umas fotos. Claro que ainda não é a posicao ideal para tirar lindas fotos, mas pelo menos fiz o meu registro.


E sempre que o assunto cogumelos vem à tona lembro do meu irmão Claus e das lindas fotos que ele faz de cogumelos (podem conferir no flickr dele). No sábado ensolarado que fez aqui saímos também pra andar no mato 

e encontramos muitos cogumelos pelo caminho, 

já que anda super úmido por aqui. 

Infelizmente não encontramos mais dos vermelhinhos,

mas vimos muitos outros 








e o dia estava perfeito para uma caminhada no meio da floresta,



com direito e encontrar construcoes antigas e abandonadas por lá também. 


E o que tinha de gente catando cogumelos no mato também, não era brincadeira. Quisera eu ter a capacidade de saber quais são comestíveis e quais são venenosos...

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Weihnachts-Apfeltorte


 Já comentei em algum post que as receitas natalinas por aqui já estão sendo testadas não é mesmo?! Pelo menos se não falei pensei ter feito... Pois é bem isso que vocês leram, já comecei a preparar delícias natalinas!! Primeiro porque tenho DOIS livros de bolachinhas e afins relativos à ocasião e depois porque deixar pra fazer (e comer) tudo de uma vez só lá no fim do ano pode ser um stress só. E, aproveitando que aqui é época de maçãs e as encontramos extremamente baratas no mercado, resolvi testar um bolo em que elas são o ingrediente principal (ou fundamental). Eu não fiz a decoração toda que pede a receita, e ele foi aprovadíssimo por aqui!! Não precisa ser feito só no natal não, marido até já comentou que esse vai ser o bolo do aniversário dele no ano que vem!! Será que agradou né?!!

Vamos à receita:

Para a massa de nozes:

7 gemas (ovos médios)
180g de açúcar
1 pacotinho de açúcar baunilha (aprox. 7g)
300g de nozes moídas
50g de amido de milho
7 claras

Para o creme de maçã:

750g de maçãs
100g de açúcar
1 pacotinho de açúcar baunilha
4 colheres (sopa) de suco de limão
4 colheres (sopa) de Calvados (que é uma pinga, eu usei licor de laranja)
250ml de leite
100g de nata líquida (Schlagsahne)
50g de açúcar
1 pitada de sal
40g de amido de milho
2 gemas
4 colheres (sopa) de leite

Aquecer o forno a 180°C.

Para a massa juntar as gemas, o açúcar e a baunilha numa vasilha e bater tudo na batedeira na velocidade máxima por uns 5 minutos até a massa ficar bem cremosa. Misturar as nozes e o amido de milho e adicionar ao creme batendo numa velocidade um pouco menor.

Bater as claras em neve e acrescentar bem de leve à massa principal, sem bater! Colocar a massa numa forma redonda de cerca de26 cm de diâmetro, esta deve ser untada e forrada com papel manteiga. Assar a massa por aproximadamente 60 minutos.
Retirar a massa do forno e deixar esfriar. Retirar o papel manteiga.

Para o creme de maçãs, descascá-las, e picar em pedaços pequenos. Colocar numa panela junto com o açúcar, a baunilha e o suco de limão e cozinhar um pouco. Acrescentar a "pinga". Desligar e deixar esfriar.

Cozinhar o leite, a nata, o açúcar e o sal. Num outro recipiente misturar o amido de milho, as gemas e as 4 colheres de leite. Acrescentar essa mistura à primeira que deve ter sido tirada do fogo para este procedimento!! Sempre mexendo levar pra cozinhar novamente. Desligar o fogo e deixar o creme esfriar mexendo de vez em quando pra não criar pele.

Juntar o creme à massa de maçãs. Cortar o bolo de nozes ao meio (na horizontal) de forma a poder recheá-lo. Colocar o creme de maçãs sobre uma das metades do bolo e cobrir com a outra apertando um pouquinho.

E é isso!! A receite original dizia ainda pra cobrir com uma massa de marzipan, mas eu achei que ia ficar demais. Se for pra uma ocasião especial acho que deve ficar ainda mais saboroso o bolo, mas pro nosso lanche da tarde o que saiu daí já tava mais que bom!!!