Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Oslo - Noruega

Esta semana comemoramos 2 anos de casamento, e como sempre fazemos em ocasiões especiais, viajamos. Desta vez escolhemos juntar o útil ao agradável e visitar um casal de padrinhos nossos que mora em Oslo. Assim conhecemos um lugar novo e ainda matamos as saudades de amigos queridos. Fomos e voltamos com a Lufthansa, vôo super tranquilo e com lanchinhos típicos alemães: Streuselkuchen de cereja (o que no Brasil normalmente é conhecido por cuca) e sanduíche de pão-super-integral com queijo e pimentão - já disse que sou fã dos alemães?! Dessa vez não vou me ater muito aos detalhes históricos da cidade como eu normalmente faço, porque a nossa ênfase na viagem foi a visita aos amigos mesmo. Obviamente andamos pelos principais pontos turísticos, descobrimos coisas diferentes, mas é interessante como o foco é diferente quando o motivo da visita é diferente. O básico da cidade que vou descrever foi encontrado no wikipédia sobre Oslo mesmo:
Oslo é a capital da Noruega e entre os anos 1624 e 192…

Fischmarkt

O Fischmarkt (tradução literal: Mercado de peixes) é basicamente uma obrigação para todo visitante de Hamburg. Nós que moramos aqui há quase dois anos ainda não tínhamos ido, mas finalmente chegou o dia que criamos vergonha na cara e acordamos cedo num domingo de manha. Porque sim, a "feira" começa às 5h da matina e vai até umas 9h30. Então eis que no domingo 12 de agosto fomos lá conferir qual é a do mercado.  É o mercado mais tradicional da cidade, acontece desde 1703 e onde se vende de tudo, mas tudo mesmo que vocês possam imaginar. Não só peixes como o nome nos sugere. E o mais doido é que os vendedores ficam na gritaria tentando atrair a clientela, e eu nunca vi outro lugar com tanta coisa por 10 euros, tudo lá custa "só" 10 euros, me diverti. Claro que tem coisas mais baratas, eu estava me referindo a promoções de cestas de frutas e verduras ou combinados de peixes ou macarrão, que os feirantes oferecem por 10 euros. Nós achamos as frutas e verduras baratas,…

Dom

Já falei algumas vezes aqui sobre o Dom. Hoje vou contar rapidamente sobre a história do "parque" e mostrar as fotos do nosso passeio por lá. 

O Hamburger Dom tem suas origens históricas no século XI. Na então catedral Marien-Dom, comerciantes e artesãos, bem como malabaristas e charlatães, procuravam abrigo contra o vento e o tempo (quem conhece Hamburg sabe a que me refiro). Esse vai e vem mundano perturbava o arcebispo da barba ruiva, Burchard von Bremen. Ele proibiu a entrada dessas pessoas na igreja no ano de 1334, ameaçando-os de excomunhão. 

Isso no entato ressentiu os fiéis, que nao se deixaram influenciar pela decisão do arcebispo. Já em 1337 o arcebispo teve que voltar atrás e permitiu a presença dos mercadores, mas somente em "Hamburger Schittwetter" (traduzindo literalmente - tempo de m... querendo dizer em dias ruins). 

E assim ficou acontecendo o mercado no Dom, até que a construção foi demolida em 1804. Depois disso os feirantes não tinham mais lugar…

Mümmelmannsberg

No domingo 05 de agosto nao estávamos querendo ficar em casa, mas o tempo lá fora também nao estava aquela boniteza... Acabamos que decidimos fazer uma saída rápida pra um lugar que ainda nao tínhamos ido. Pegamos o U2 e fomos até um dos pontos finais dele: Mümmelmannberg. Nao tem nada de mais por lá, mas deu pra dar uma boa caminhada e tirar algumas fotos.











Alsterwanderweg

O Alsterwanderweg é um caminho ao longo do rio e lago Alster que desemboca no rio Elbe. Lembram do lago congelado?! Pois entao, é esse mesmo. Ele é na verdade um rio que vira aquele enorme lago no centro de Hamburg. Nós fomos até uma estacao final do metro no norte da cidade e de lá pedalamos às margens do rio até o centro de Hamburg. No comeco o rio é bem pequeno e o caminho bem tranquilo. Quanto mais nos aproximamos do centro da cidade, mais pessoas encontramos pelo caminho e maior e mais volumoso fica o rio. Esse passeio foi bem legal e nem é cansativo porque sao só 12km morro abaixo.



derretendo na Alemanha

Então meus caros leitores que hoje é pra ser o dia mais quente do ano 2012. E até agora está tudo dando certo pra que ele leve o prêmio!! Estou suando horrores por aqui. Resolvemos ficar em casa mesmo já que do lado de fora está um inferninho!! Porque a Alemanha não está preparada pra esse tipo de calor. Aqui NÃO tem ar condicionado no metrô, NÃO tem ar condicionado em shopping, NÃO tem ar condicionado em supermercado, NÃO tem ar condicionado em lugar NENHUM!! Quer dizer, só em ônibus, acho que o jeito vai ser escolher uma linha e passar o dia inteiro dando voltas na cidade de ônibus!! E além disso tem a galera que não toma banho direito, ou não sabe o que é lavar roupas decentemente e daí além do calorão dentro dos lugares ainda tem que aguentar o fedor de gente e sovaqueira (sabe aquele ônibus lotado de gente no fim dum dia quente de verão no Brasil?). Pois é bem assim por aqui, às vezes já bem cedo de manha em dias de calor. As praias em compensacao estao lotadíssimas. E acho que …

Botanischer Garten

Lá em junho ainda visitamos o Botanischer Garten, ou seja, o jardim botânico aqui de Hamburg. Já falei pra vocês do Planten un Blomen diversas vezes e também volta e meia coloco fotos de lá, esse era o antigo jardim botânico que fica no centro da cidade.  Esse a que me refiro agora é o "novo", inaugurado em 1979. Ele fica mais longe do centro da cidade, mas é tranquilo de chegar com a S-Bahn (vulgo metrô). É um jardim botânico de 25 hectares e administrado pela Universidade de Hamburg.








O Jardim é organizado em três grandes seções: - Jardim sistemático( aproximadamente 3,5 ha) – 90 canteiros de cultivo de plantas organizadas segundo suas relações evolutivas, tal como foram definidas por Armen Takhtajan em 1959. - Jardim geográfico – plantas distribuídas segundo suas origens geográficas, com áreas para Europa, América do Norte, sul da América do Sul e extremo Oriente. - O homem e as plantas – cinco jardins temáticos: Jardim Bíblico, Jardim de cultivos, Jardim de farmácia, Jardim…