For my international friends

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

sobre filhos

Hoje mais uma vez vi uma coisa que me indignou no facebook. Pessoas comemorando o "mesversário" das crianças, com direito a festinha, decoração e bolo. Gente, sou só eu que acho isso o cúmulo dos cúmulos??? O que está acontecendo com as pessoas?? Que valores são esses que regem a nossa sociedade?? A família agora virou pública, ninguém mais tem privacidade, muito menos as crianças! Se eu que sou adulta já fico indignada porque marido e família dele tem mania de querer saber TUDO sobre todos, e por isso eu o proibi de falarem sobre mim, a única pessoa com direito a decidir o que outros saberão ou não sobre mim sou eu mesma!! Imagina uma criança que não tem noção nenhuma de privacidade? Quem disse que os pais, ou no pior dos casos os avós, tem direito a ficar anunciando coisas pessoais das crianças por aí?? Quando ela for grande e tiver capacidade de discernir sobre as coisas ela vai escolher o que vai ser publico e o que não, é direito de todo ser humano isso, porque da criança não?????? O que tem de pais por aí postando tudo que os filhos fazem, através de fotos, de posts, de comentários, de sei lá mais eu o quê. Já começa na hora da gravidez, tem que colocar o update da barriga, dos ultrasons, do enxoval... quando nasce, é foto do parto, do quartinho, das quinhentas pessoas que foram no mesmo dia até o hospital levar germes pro recém nascido...Virou concorrência pra ver quem tem o filho mais simpático e mais formoso! Postam todas as frases bonitinhas e engraçadinhas que a criaturinha falou nos últimos minutos, manda-se e-mail pra família toda contando a "gracinha" do dia pra que todo mundo saiba e muitas e muitas fotos, comendo, fazendo xixi, brincando com o cachorro, peladinho, com a roupinha dada por nao sei quem, etc, etc... E os avós fazem a mesma coisa! É uma puxação de saco pra lá e pra cá. Já repararam que se as duas avós tem facebook ou receberam o tal e-mail (quando não são elas mesmas que os mandam porque tem muita avó por aí que se acha dona dos netos e anuncia também tudo que eles fazem), das duas uma: ou as duas comentam na mesma foto uma tentando ter a frase mais bonitinha ("como meu netinho é lindo", "ô coisinha mais amada da vovó", etc, etc), ou uma comenta numa foto e a outra se sente na obrigação de comentar na outra... Dá pra ver que não é mais genuína a coisa, é só porque ficam concorrendo entre si pra ver quem é a avó mais bacana e que mais "ama" o netinho. Fico p... com essas coisas! As crianças hoje em dia viraram ídolos, tudo que elas fazem é lindo e merece ser sabido por todos, e comentado também, porque quem não comenta nas fotos dos pequenos está com inveja. As famílias hoje em dia giram em torno das crianças, parece que nada nem ninguém mais tem valor depois que as criaturinhas são geradas. Ninguém mais vai perguntar como você ou seu marido/esposa está depois que anunciar uma gravidez, nunca mais ninguém vai querer saber do casal, é só das crianças, quais foram as gracinhas que ela fez hoje, qual foi a palvara nova aprendida, etc... Ao chegar na casa de alguém a primeira pessoa a ser cumprimentada e abracada com muito paparico vai ser a criança e não os adultos. Existe uma supervalorizacao desses serzinhos, tudo que eles fazem é bonito e é pra se mostrar. Não existe mais a intimidade de família, onde o casal e seus filhos podem curtir o momento familiar só deles, que é presente de Deus, que é por isso que a gente sai da casa dos pais e forma uma NOVA família. A partir do casamento seus pais e sogros são família extensa, não são mais nuclear. Agora você e seu marido/esposa é que são uma família, e é ali, dentro dessa família que Deus vai (ou não, depende de cada casal) colocar um criança, pra que eles possam se curtir entre eles, sem ninguém mais. E ensinar essa criança que quando ela crescer vai ser a mesma coisa. E eu quando for mãe, quero muito saber ensinar meus filhos que eles vão crescer e formar suas próprias famílias, e não fazer o escândalo que muitas mães fazem quando os filhos casam e/ou saem de casa, dizendo que seus mundos acabaram, ou pior, dizendo que a vida delas agora são os netinhos. Coisa mais ridícula (eu acho) é mãe que vive a vida dos filhos e/ou netos, que acha que eles são a coisa mais importante do mundo, que não são nada sem eles... Não estou dizendo que não são importantes e que não vou amar meus filhos, mas acredito que a pessoa mais importante na minha vida deva ser eu mesma. Porque se eu mesma não me amar e me respeitar, como é que vou poder fazer isso com outra(s) pessoa(s)??? 

24 comentários:

  1. Boa essa!!
    Eu não tenho esse problema!
    Nem minha mãe , nem minha sogra tem Facebook(leia-se no Brasil feicebuque)hahaha
    Um tempo atrás tive que chamar a atenção da cunhada, que compartilhou uma foto da minha filha, hello!! as minhas fotos já são bem restritas, aí tu vai lá e compartilha com os teus amigos que nem conheço!!
    Mandei tirar!
    Minha sogra não tem problema, mal e mal lembra o nome da neta :(

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda nao tenho filhos Daniela, mas meu maior medo é da babacao que vai ser quando eu tiver. Acho que é saudável gostar das pessoas e demonstrar isso, mas daí a ficar expondo as criancas por aí, ahhhhh nao gosto nao... Crianca tem que brincar, ser feliz, nao ficar impressionando ou suprindo as expectativas das outras pessoas!

      beijos e bom fim de semana!

      Excluir
  2. oi Babi!
    complexo isso hem...
    concordo em vários pontos que você colocou no texto, porém é dificil julgar as pessoas né?!
    Tem pessoas que colocam fotos dos bebes para os amigos acompanharem , minha prima esta fazendo isso, porém não acho que ela esta colocanado o bebê como a "principal pessoa da familia", apenas esta compartilhando. Acho sim que tem mãe que fazem exatamente o que você mencionou acima, e conheço... Por iso acho complicado generalizar....
    Mas valeu conhecer seu ponto de vista...
    beijosssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro Ana, nao estou julgando ninguém! Longe de mim! É mais uma exposicao de coisas que penso e que converso com meu marido, e que às vezes incomodam. Eu sou uma pessoa muito observadora, e fico maquinando sobre essas coisas na minha cabeca.
      Nem todo mundo que compartilha fotos das criancas está agindo com essa intencao, creio que a maioria nao. Mas fico pensando como o mundo de hoje está muito ligado em aparecer, em ser melhor que o outro, em colocar as melhores fotos e os melhores comentários, e que muitas vezes as criancas acabam sendo usadas nessa neura toda. E fico pensando que se talvez, mesmo que inconcientemente, nao estamos usando nossas criancas pra mostrar aos nossos amigos que somos melhores, ou temos a melhor familia do mundo, que somos perfeitos. Eu acho que tem muita gente usando o facebook como forma de auto-promocao, e nao como uma ferramenta de comunicacao e diversao.

      beijossss

      Excluir
  3. kkkkk... não pude deixar de rir bastante e identificar muita gente no seu post Babi! Concordo em parte.. realmente acho que uma sociedade onde as crianças são mais importantes que os adultos, no sentido de terem prioridade em tudo (decisões, horários, lugares, etc), não é muito saudável. Porém, também é importante considerar que a chegada de uma criança traz uma alegria muito grande e especial não só para a família nuclear, mas também para a "estendida"! Avós, tios, tias muitas vezes amam demais essas pessoinhas e acho que seria egoísmo dos pais não querer dividir as "pequenices" que fazem parte do seu dia-a-dia com eles. Além disso, acredito que a maioria dessas crianças, quando crescerem, não vão se importar em ter esses fatos expostos aos familiares e amigos... vão até gostar! Pelo menos mostra como elas são importantes para suas famílias! É mil vezes melhor do que falta de amor, falta de interesse! Bjss mil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Talita, concordo com você que a chegada de uma crianca traz muita felicidade numa familia, em toda ela. De jeito nenhum quis dizer que isso nao deva acontecer. Só tenho medo dessa endeusação que anda acontecendo por aí sabe... Acho que tudo na vida deve ser tratado com equilibrio.
      E quanto às pequenices, eu sou dessas pessoas que cresceu e odeia que fatos meus de crianca sejam expostos para outras pessoas, especialmente se nao através de mim mesma. Acho que cada um deveria poder decidir o que e com quem dividir certas coisas. Tem gente que cresce e nao quer que todo mundo saiba que ele ele fazia xixi na cama até 10 anos de idade (num exemplo esdrúxulo)!!

      beijokas pra você

      Excluir
  4. Por isso que nao tenho e nem uso facebook... nao gosto de me expor, muito menos minha família e ainda mais quando se sabe que os nossos dados sao vendidos e que algumas fotos sao roubadas e usadas em camapanha de publicidade em outros países...
    Quem é meu amigo e quiser saber da minha vida, vai me escrever, vai me telefonar e perguntar como estou. Odeio site de relacionamentos, já tive mas nao gosto mais.
    Mas tem muita gente que nao tem nocao do perigo, é ingênuo ou simplesmnete continua fazendo. Fazer oq ue né.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que eu só tenho por causa da familia mesmo, é o único jeito que consigo ter contato com alguns... só que outros foram adicionando, adicionando... preciso fazer uma limpeza geral e excluir uma galera, mas sempre fico naquele " e se um dia precisar do contato..." e acabo nao fazendo, mas quero, e logo!

      Excluir
  5. Concordo com vc que a babação no Facebook beira à loucura, acho um porre aquela puxação de saco alheia e gente que posta duzentas fotos da barriga de grávida ou de cada espirro do filho. Mas depende de vc, eu só posto uma vez ou outra foto das meninas e assim mesmo só para quem está na minha lista. Agora não tem como escapar, depois que vc tiver filhos, o foco é todo neles mesmo, seu e de todos a sua volta. Vc vai ser a mãe do Fulano e vai adorar, acredite! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ma, eu acho tudo um pouco demais. Eu também posto muitas fotos, mas sao as minhas experiencias fotograficas aqui e ali, pelo meu prazer de brincar com a´maquina fotografica!! Dificilmente de pessoas, uma vez ou outra de mim ou do Lukas em algum lugar que a gente visita, e também nao é pra todo mundo.
      Putz ser rotulada mais uma vez como nao-sei-o-que-de-nao-sei-quem vai ser dose, mas enfim... coisas dessa vida...

      beijao

      Excluir
  6. rsrsr, concordo que tem gente que exagera Babi e o que mais me incomoda é qd as pessoas postam fotos das criancas seminuas, esquecendo o qt de louco tem na net. Mas é assim, querida, vou te falar isso sinceramente, sem querer machucar vc tá? Vc só vai entender o grande amor que um pai tem por um filho, quando vc for mae. Nao adianta falar disso agora que vc nao é, entende? Esse amor é mt grandioso Babi, eu particularmente acredito, e estou colocando minha cabeca a forca agora, que ninguem realmente conhece o amor antes de ter um filho. Desculpe-me as que nao tem filhos ainda ou nao os querem ter, mas é assim que as coisas funcionam. Pelo menos, pra mim :-)

    Mas concordo contigo, qd vc fala dos exageros, eles nunca sao uma boa saída. E sei, entendo sim, tudo que vc disse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veremos quando chegra a minha hora né Nina!POode ser sim que eu mude quando chegar a minha hora... quem sabe?!! Como diz o velho ditado: Nunca diga nunca!! Mas eu nao resisto a escrever sobre minhas opinioes hoje, mesmo que elas mudem amnanha...

      beijao e bom fim de semana pra você!!

      Excluir
  7. Oi, Babi!!
    Obrigada por desejar boa sorte no meu novo projeto! :)
    Quanto ao seu post, eu concordo que tem gente que exagera - eu também nao entendo como povo faz festa para mesversário -, mas eu entendo a crianca virar o centro das atencoes e das conversas. hahaha Acho que quando eu tiver meus filhos, vou ficar orgulhosa da primeira palavra e vou contar pra todo mundo! hahahaha Mas, como disse, tem gente que exagera mesmo.
    Beijocas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Leticia, também vou ficar super orgulhosa e vou querer contar pra algumas pessoas... Mas também nao precisa fazer festa pra cada dente que cai né?!! Acho que o equilíbrio é sempre recomendável, em tudo na vida!!

      beijoss

      Excluir
  8. Eu confesso que não tinha pensado muito no assunto ainda porque estou longe de ter filhos, mas olha, não é que eu concordo com seu ponto de vista? Hoje em dia eu sou uma pessoa reservada, eu não aguento FB, você acaba tendo que aceitar pessoas que você não gosta porque senão poder rolar "conflitos" (embora eu andei excluindo e recusando muitas pessoas na minha lista de amigos ultimamente), ontem mesmo eu resolvi por desativar o meu perfil pela 3ª vez em dois meses. Eu simplesmente não gosto e pronto. E olha: eu acho que eu não ia gostar nem um pouco de saber, na idade que eu tenho hoje, que minha mãe postou tudo da minha vida para outros verem. Quem tem que ver vive perto da gente, quem não vive, a gente pode postar no FB de maneira privada, mas essa é a minha opinião, se tem gente que quer postar pra todo mundo ver, deixa, mas há grandes chances de haver conflitos no futuro, né? Eu por exemplo iria brigar muito com minha mãe kkkkkkkkk mas agora você deve está pensando: como que uma pessoa "reservada" escreve um blog? Então, o meu blog é reservado, não aparece nas buscas do Google nem nada, e eu só passo pras pessoas que eu quero. Não me importo de pessoas que eu não conheço pessoalmente lerem o que eu escrevo, até porque eu só participo em blogs com o tema parecido com o meu, viver fora, mas saber que pessoas conhecidas estão lendo, me deixa neurótica. Eu não quero que pessoas próximas (que não são amigas, se você me entende) saibam tudo da minha vida. Vixe esse comment já tá enorme, e eu acho que não cheguei nem na metade do que eu queria dizer, mas acho que já dá pra você ter uma idéia, né? hehe

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Marcela, como te entendo!! Sou bem assim também como vc se descreveu. Meu blog tb nao está aberto nas buscas do ggogle nao... A princípio era pra ficar só entre minha familia e minhas amigas mais proximas, daí liberei um pouco mais pra poder fazer amizades com as blogueiras, que no fim sao as que ainda vêm até aqui e comentam!! Mas tem que ver o estado que fiquei quando descobri que pessoas que eu nao queria que viessem bisbilhotar minha vida têm lido o blog... Mas já superei, quer ler leia, mas nao ache que me conhece ou é minha melhor amiga só por causa disso!! hauhahauhau é, tenho uma lado bem malvado...

      beijokass

      Excluir
  9. Nossa, festinha de mesversário? sério mesmo? daqui a pouco vão comemorar cada hora que o filho tem. Acho que tudo tem que ser bem dosado, e em tempos de facebook, as pessoas perdem a noção de onde está o limite entre compartilhar alguns momentos com os amigos da rede e expor os mínimos detalhes da sua intimidade. Por exemplo, gosto de compartilhar as fotos dos lugares que estou viajando agora no facebook pois minha familia e amigos estão longe, maaaaas eu separo em listas as pessoas. Não é porque é meu amigo no face que vai saber de tudo que eu publico por lá, tem amigos e AMIGOS. E como tenho conhecidas minhas que publicam cada peidinho de seus bebês, dá vontade de dar uns tapas e mandar lavar louça! Mas acredito que a maioria das pessoas não sabe usar direito as redes sociais, não conhecem algumas funções básicas de privacidade e saem publicando qualquer coisa pra qualquer vivente ver, curtir e comentar. Todos querem participar do mundo cibernético mas pularam a parte de ler o manual. Enfim, me empolguei aqui! hahaha

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita Grazi?!! Tá certo que não era de ninguém conhecido, mas achei o cúmulo!! E você escreveu aí tudo o que eu penso, eu tenho minhas listas no facebbok também, aí eu decido quem pode ver o quê!!

      beijo grande

      Excluir
  10. Tudo na vida precisa ser equilibrado né?
    Eu ainda acho que o brasileiro não sabe usar o facebook e que essa super exposição é coisa para chamar atenção mesmo.
    Como todas as pessoas que comentaram aqui eu concordo com você sobre essa questão de exposição exagerada. A super valorização da criança é um ponto de vista muito interessante, não tinha pensado nisso, até porque não tenho filhos. Mas seria interessante mesmo pensar que talvez os nossos filhos não iriam gostar de serem exibidos assim!
    Obrigada por compartilhar!!
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Petra, acho que o equilíbrio na vida das pessoas, ou pelo menos a busca dele, sao extremamente fundamentais!

      beijo

      Excluir
  11. Babi eu concordo em parte sim, já diz o ditado: Tudo que é demais faz mal, mêsversário eu já presenciei por causa da minha cunhada que fez isso todos os meses para o filho dela e achei o cúmulo do exagero. Agora a exposicäo em público da família, eu tb näo gosto, näo tenho FB e nem participo de outras comunidades, no máximo eu tenho o Skype para falar com a minha família, mas algumas coisas da nossa vida, dos meus filhos, eu posto no meu blog público porque tem coisas que acho interessante ou talvez ajudem outras mäes no caso de dúvidas, lógico que nunca vou postar fotos dos meus filhos tomando banho, porque eu tenho os meus princípios, mas algumas curiosidades sobre as criancas, eu postaria com o intuito de talvez ajudar alguém, mas nunca com o intuito de fazer dos meus filhos os "famosos da net". Isso eu concordo com vc, acho um absurdo os pais e avós expondo certas coisas sobre a crianca que fazem dela a "atracäo da net", já vi tantos vídeos do Youtube que viraram atracäo mundial e que a crianca vai carregar isso por anos.
    Enfim, acho que para tudo tem limites!
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem esse ponto aí que vc colocou no comentário Denise, o objetivo da galera hoje em dia é virar famoso, não importa a que custas, e isso é que eu acho super prejudicial, especialmente quando crianças estão envolvidas.

      beijo pra você

      Excluir
  12. Concordo plenamente contigo!! Como ainda não sou mãe, como vc e a Pêtra, podemos nos expressar à vontade.. se depois mudarmos de idéia.. tudo bem! risos.. Mas realmente não entendo o que as pessoas pensam (na verdade não pensam) sobre expor os filhos e suas próprias vidas no Facebook..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Carla, ainda nao posso dizer com certeza como vou agir ou pensar quando tiver filhos, mas adoro observar as coisas por aí e tirar minhas conclusoes, aprender com o erro dos outros também. Vejo coisas que gosto e que quero imitar, mas também outras que sao tao absurdas que quero muito poder evitar quando chegar minha hora!!

      Excluir

Conte-me o seu segredo...