For my international friends

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Hábitos de leitura

Desde que mo conheço por gente, eu leio. Quando criança, lia muitos gibis, adorava a "Turma da Mônica", esperava ansiosamente chegar o pacote de assinatura pelo correio. E também sempre fui cercada de pessoas leitoras: dêem um livro ao meu pai de presente e pode esquecer o resto da festividade, especialmente se for natal, ele começa a ler na mesma hora e não pára mais... hahahha... chega até a ser cômico. Minha Oma, mãe do meu pai também, tem sempre um livro na mão. Na adolescência lia os livros da escola, todo bimestre tinha um, não lembro se cheguei a ler muito mais que isso, talvez mais nas férias, quando não eram livros muito grossos, na realidade sempre tive medo de livros grossos, por mais que gostasse de ler. Mas é que eu tenho uma séria mania de ter que devora o livro, fico chateada quando começo e não consigo terminar logo, será que sou muito curiosa?? Ou impaciente?? Sei lá, sei que sempre odiei ser interrompida em minhas leituras, tal.vez por isso não li tanto quanto gostaria.
Quando fiz meu estágio na faculdade, num Posto de Informações Turísticas, trabalhei com uma devoradora de livros, e como lá não tinha muito o que se fazer quando não tinha gente pra atender, reaprendi a devorar livros. E passei todo esse estágio assim, ela emprestando livros pra mim, eu pra ela e nessa época sei que li muito, muito mesmo! E adorei a experiência.
Já na Alemanha, como não levei livros daqui acabou morrendo um pouco o ritmo que eu estava tendo até então, mas como estava por lá e lá livros são muuuuito baratos e tem muuuuita opção,  decidi que começaria a ler em alemão. Comecei a ler jornal, aqueles de bairro que jogam nas portas dos prédios por lá, junto com propagandas e tal. Depois fui atrás de livros que já tinha lido em português e que tinha gostado e comprei/pedi de presente. E assim fui aprimorando minha leitura também em alemão. Hoje em dia, posso dizer que leio em alemão tão fluentemente quanto em português, no mesmo ritmo. Claro que existem palavras que não entendo, mas quando faz muita falta a gente recorre ao dicionário né?!  \
Desde janeiro desse ano, sei que tenho tido um ótimo ritmo de leitura. Especialmente porque aproveito para ler enquanto amamento, e isso no começo eram de 5 a 6 vezes por dia, por pelo menos meia hora, então minhas leitura renderam muito. Atualmente tenho um livro no Kindle para ler enquanto amamento a noite e um livro físico para ler antes de dormir ou na soneca da tarde do pequeno. E procuro estar lendo um deles em alemão e o outro em português, pra não confundir muito as estórias (tenho dessas quando leio mais de uma coisa ao mesmo tempo).

Para quem quiser acompanhar minhas leituras, meu perfil no skoob é este!

4 comentários:

  1. Eu já fui mais devoradora de livros, hj não sei pq, mas diminuí mto o meu rítimo. :(
    Vi que vc esta lendo Eu sou Malala, eu tb! Estou adorando. Eu trouxe do Brasil no começo do ano e só comecei há alguns meses atrás. Fiquei mto feliz que ela ganhou o prêmio! Eu sempre vejo nas tuas postagens do face algo sobre o skoop, vou conferir como funciona!
    beijos e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha que legal!!! Eu estou gostando do livro, é uma realidade bem diferente da que a gente está acostumada e eu estou achando super interessante conhecer mais sobre o Paquistao e sua cultura... O mais engracado é que eu coloquei ele na minha lista de leitura uns 2 dias antes de ela ganhar o premio, e nem sabia muito da história...

      Quanto ao skoob achop uma ótima ferramenta pra deixar minha leitura organizada!!

      beijos

      Excluir
  2. Oi, Bárbara! Acho que "devoradora de livros" é um dos termos mais exatos para me descrever: eu não me lembro de nenhuma época da minha vida na qual eu não estava lendo nenhum livro... Eu SEMPRE tenho um livro na bolsa, sempre, não importa onde esteja indo. E felizmente eu não tenho isso de confundir as histórias, o meu negócio é ler uns 5 livros ao mesmo tempo. Isso pode parecer exagero, mas é que eu sou muito eclética com minhas leturas, então eu uso um livro para "descansar" do outro, tipo, um bestsellerzinho para desanuviar de um Camus, por exemplo. Para mim funciona bem, mas acaba me fazendo levar mais tempo para terminar um livro, já que estou sempre pulando de um pro outro.

    Hoje em dia eu também posso dizer que leio em francês com a mesma fluência e velocidade que leio em português. E quanto às palavras desconhecidas, isso não acontece apenas em língua estrangeira, não. Quantas e quantas vezes é preciso dar uma olhadinha no dicionário para entender direitinho o que tal palavrinha estranha quer dizer em português? Comigo isso ainda acontece, apesar de tantos anos de vício em literatura. Ainda bem, né? Significa que ainda temos o que aprender na vida! ;)

    Beijinhos,
    Lidia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza em português a gente vez ou outra ainda tem que recorrer ao dicionário, faz parte do aprendizado né? E é isso que é tao rico em leitura, tem sempre alguma coisa nova para se aprender!!

      Excluir

Conte-me o seu segredo...