For my international friends

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

O que vocês fazem com presentes que vocês nao gostam?

Já que a inspiração ainda não está 100%, mas aproveitando um pensamento que anda rondando minha mente por esses dias, queria meio que fazer uma enquente com vocês, só pra não perder meus queridos leitores, e pra matar as saudades de vocês!

Com meu aniversário chegando vêm sempre na cabeça: presentes, porque o mundo de hoje é consumista e parece que não existem datas em que as pessoas não se achem obrigadas a se darem presentes. Meus pais ainda bem não são tao neuróticos nesse quesito, já passei meus aniversários aqui na Alemanha sem presente (físico) deles e não acho que eles me amem menos por isso. Já para meus sogros é questão de honra dar presentes, parece que o dinheiro gasto na compra de alguma coisa é o valor do amor deles por alguém. Nao concordo, mas aceito já que é o jeito deles e marido me manda pede pra entender. Mas a questão aqui hj é, o que fazer quando vc ganha alguma coisa que não tem nada a ver com você ou com a sua casa?! O que vocês fazem?! 

Uma galera pra evitar esse tipo de "surpresa" tem mania de fazer lista de presentes, mas eu acho isso tudo meio engessado, sei lá, eu preciso pensar na pessoa a ser presenteada e bolar um presente que tenha a ver com ela, isso implica conhecer! Mesmo que eu não acerte 100% eu pelo menos tirei um tempo pra pensar naquela pessoa, no que ela significa pra mim, nos gostos e opinoes que ela tem e assim escolho um presente, que não necessariamente esteja entre os desejos dela, mas que por eu tirar o tempo de pensar e de tentar conhecê-la melhor vai me fazer chegar pelo menos mais perto de acertar no gosto. Eu não gosto de já saber o que vou ganhar de presente, eu gostaria que as pessoas tirassem o tempo pra pensar em mim quando forem me presentear. Sabe, eu não fico triste em não ganhar o que eu desejo, eu prefiro mil vezes que a pessoa pense em mim, me conheça e me surpreenda! Claro que isso serve muito mais pra parentes e amigos próximos, não exigo isso de pessoas de contato mais distante, que a gente convida praquelas festanças grandes e tal. 

E aí?? Qual a opiniao de vocês e como vocês fazem se alguém te dá de presente um vaso de oncinha quando na realidade você é uma pessoas que gosta de vasos de cristal (exemplo besta, só pra ilustrar, pensem em alguma coisa bem nada a ver que vocês poderiam vir a ganhar e que você nao iria gostar de expôr na sua sala)??!! 

18 comentários:

  1. Penso a mesmíssima coisa que você... prefiro ganhar algo que não era aquilo que eu queria, mas que a pessoa pensou em mim, tentou ir além de simplesmente perguntar "o que você quer ganhar?" (mesmo quando me perguntam isso, não consigo responder. Assim como também não curto muito quando a pessoa "pede" tal o qual presente). Nesse assunto mais delicado de um presente que não tem absolutamente nada a ver com a gente eu até agora não descobri como fazer com o povo brasileiro, que é mais sensível. Saudades dos americanos, que te davam o presente já com a nota para troca caso você não gostasse (uma "gift receipt" especial que as lojas, já inseridas nessa cultura da troca, fornecem no ato da compra e onde não aparece o preço -caso você não queira trocar, não precisa saber quanto custou).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério que existe isso nos EUA?!! Que legal, e bem inteligente também... É, o pessoal no Brasil é muito sensível nesse quesito, por isso mesmo estou perguntando, pra ver se alguém tem uma idéia "genial" pra quando a gente nao está lá muito a fim de ficar expondo aquele presente de grego só pra agradar fulano ou siclano...

      Excluir
  2. Que assunto complicado... eu ainda não tenho minha casa então nunca passei por isso de ganhar algo nada a ver com minha casa, mas já ganhei milhares de coisa nada a ver comigo. Eu não uso, mas também não tenho coragem de jogar fora/dar para os outros, é claro. Então deixo tudo guardado no armário. Já quando é minha vez de da presente,eu simplesmente faco doces. Isso mostra que você tirou seu tempo para dedicar àquela pessoa, e é quase certo de que a comida vai fazer o maior sucesso. Também gosto de comprar cartões e escrever algo bonitinho. Ou compro um pendrive,que hoje em dia é baratinho, e encho de filmes e musicas que gosto/acho que a pessoa vai gostar. hehe

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado né Marcela?! Me peguei pensando nisso esses dias enão encontrei uma solução. Às vezes fica quardando lá um troço que não tem nadaaver com você só pra outra pessoa não ficar chateada. Uma boa desculpa pra se livrar delas sempre são mudanças, mas não dá pra se mudar sempre né?!

      Essa idéia de dar doces ou guloseimas feitas pela gente são sempre uma ótima pedida, eu sou adepta também!!

      beijos

      Excluir
  3. Situação complicada essa, muita gente se sente na obrigação de dar presentes nas datas comemorativas e nessa ânsia acabam comprando algo nada a ver com a pessoa. Dependendo do caso, eu falo que não gostei do presente ou não me serviu ou não é algo que vou usar, e vou dar pra alguem. Ganhei de natal do meu roommate uma cesta com várias garrafas de Gluhbier, e quando provei aquilo achei horrivel e não tinha como esconder, aí falei pra ele. Mas as vezes fica tão chato dizer que não gostou! Se a pessoa não vai te ver tão frequente ou ir na sua casa, dá pra dar um sumiço com o presente e esquecer do assunto, mas quando é alguém que convive muito com você, fica complicado mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dependendo realmente dá pra dizer pra pessoa, mas depende muito de quem seja, e também do presente. Nesse seu caso de alguma bebida ou comida que a gente nao goste eu acho mais fácil dizer: "olha,eu nao como isso", "não é muito a minha praia"... Mas realmente se é de gente que a gente sempre vê, ou pior, se é alguém que faz questão de perguntar se vc está usando tal coisa é muito mais complicado.

      Excluir
  4. Que pergunta complicaaaada... Não sei se já ganhei algo que eu tenha detestado... Parece que meus amigos sempre sabem o que me dar (chocolate, cadernos e coisas de papelaria, pijamas e dinheiro)...
    Mas acho que mesmo se eu não gostasse, eu daria um abraço na pessoa e diria: Muito obrigada por se lembrar de mim^^... Não ligo muito pra presente, o que vier é lucro mesmo.. hahaha
    Mas quando EU tenho que dar o presente, é um sufoco! Eu pesquiso a pessoa a fundo, pra dar presentes inesqueciveis, as vezes não tão caro, mas criativo a ponto que ninguem pensaria nisso...Tenho o hobby de dar presente, vê se pode... hahahahaha

    Quando é seu aniversario??
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não digo nem de detestar, detestar... Mas sabe aquela coisa que você nao compraria pq nao tem nada a ver com você?!! Claro que eu também sempre agradeço, nunca nunca mesmo vou fazer cara feia... E claro,amigos proximos nos conhecem e tal, é bem mais difícil de errarem... Mas é que às vezes alguém pensa em te agradar dando alguma coisa que não combina com você, por exemplo se vc é do tipo roqueira que vive de preto e vão te dar uma blusinha de babados cor de rosa... Como faz?! Como reagir?? É muito difícil isso tudo, eu queria saber mais como as outras pessoas lidam com esse tipo de situação.

      Ahhh eu tb tenho hobby de dar presente, mas só pra quem eu gosto sabe, odeio ser obrigada a dar presente...

      Meu niver é dia 27!

      beijinho

      Excluir
  5. Que pergunta complicada Dona Bárbara!! :-). Bom, eu já ganhei presentinhos de grego, não que eu os tenha detestado, mas é que não tinha a ver mesmo comigo. Normalmente eu guardo por um bom tempo, depois acabo me desfazendo. Já ganhei presentes simples, mas que foram tão inesquecíveis... uma vez o dono de uma empresa em que eu trabalhei, deu para cada funcionária um broche de borboleta que ele trouxe de uma viajem à Alemanha. Eu lembro até hoje do broche que era cor de rosa, lindo... apesar de eu não usar broche, achei de uma delicadeza e o guardei por anos e anos, infelizmente ele se perdeu com o tempo. Outra vez, ganhei de um prestador de serviços uma tesourinha dobrável que segundo ele veio do Japão, gostei tanto e ela era tão útil, que tb nunca esqueci da tesourinha e a guardei/usei por anos e anosssssss. Sei lá, geralmente lembro mais dos presentes que gostei dos que eu não gostei, ops, mentira... minha cunhada sempre me dá de Natal presentes que não tem nada a ver comigo, na verdade eu acho que ela me dá alguma coisa mais por "obrigação" por causa da data...hahahha... Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem aqueles presentes que marcam mesmo né Sandra, incrível, e normalmente sao os mais simples, ou aqueles que a gente menos espera ganhar. Acho isso tao bom!!

      Excluir
  6. Eu gosto da ideia das listas porque sao praticas, hj em dia todo mundo tem tudo, e é mt dificil agradar, no natal aqui fazemos todos listas e ganhamos o que gostamos e pra quem da é bem mais facil, apesar de tbm achar que é meio frio e seco demais.... mas no niver nao. Da-se o que se quer..

    mt dificil eu nao gostar de algo que recebo, acho que so aconteceram pouquissimas vezes porque sou mt facil de agradar, mas sei la, pensando em vc (porque acho que isso nunca aconteceria comigo) eu ficaria com o presente, nunca diria na cara da pessoas que nao gostei ou que ja tinha um igual e acharia um modo qualquer de usar. Nada é tao horrivel e horripilante assim que nao se consiga dar um jeitinho. mas se for algo realmente pavoroso, passe a diante mas por favor, nao deixe a pessoa saber, isso é mt frustrante pra quem presenteia :-(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com toda certeza essas listas sao super práticas Nina, claro que eu também nao deixo de dar uma conferida quando elas existem, mas ainda assim meus dedos coçam querendo dar uma coisa diferente sabe, feita por mim, ou no mínimo escolhida por mim... nao dianta, pra mim presente de lista é sempre muito impessoal. A nao ser claro listas de casamento e tal, aí a história é bem outra...

      Eu também sempre procuro arranjar algum utilidade pra coisa que eu ganhei, mesmo que acabe virando parte de algum artesanato meu, eu sempre tento ao máximo fazer um bom proveito do que ganho. Mas tem coisas que nao dá mesmo, e daí fica difícil decidir o que fazer...

      E óbvio, nunca, em hipótese nenhuma vou sair por aí dizendo pra pessoa que nao gostei do presente e por isso passei adiante, isso é muito, muito feio, como diria minha mae!

      beijokas

      Excluir
  7. Babi,
    que bom que fez um postzinho... eu também ando numa preguiça, fiz um sobre o Valentines Day e agora só na Alemanha de novo...
    Mas vamos a sua questão, tenho uma amiga que simplesmente "passa pra frente", ou seja da pra outra pessoa sem maior remorço (ela acha um besterol esse lance de guardar só por que foi presente, segundo ela a pessoa teria que fazer uma dispensa depois só pra guardar presentes que não usa e não gosta poorque foi um "presente").
    Até que faz sentido né?? ops, vai depender muito de pessoa pra pessoa...
    Bom, eu já aderi algumas vezes esse procedimento dela, mas fiz da seguinte forma se o presente for dado por uma pessoa bem de longe, que não é seu amigo, ou seja o presente foi mera formalidade, daí da pra encarar passar para frente... Mas se for um SUPER amigo, daí acho que não rola.
    Bom eu amo ganhar presente feito pela pessoa, AMO! acabei de ganhar uma fofura de avental feito pela NIna, simplesmente ameiiii...
    Hoje ganhei um artesanato feito de pathwork e fuxico feito poruma tia, presente de despedida (vou pra Alemanha domingo), também adorei...
    É isso flor... falei demais, ufa!
    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Ana, aos poucos vamos ver se vou retomando o blog...

      Delicada a questao né_! Acho acho e muito. Confesso que já passei coisas adiante, que sabia que nao iria usar de jeito nenhum e que sabia que outra pessoa ia gostar bem mais que eu. E sempre pessoas de círculos de convivência diferentes. Mas sempre que dá eu ou reformo a coisa ou uso nos meus artesantos, assim junto a fome com a vontade de comer como se diz... hehhehehh...

      Ahhh e eu também sou fascinada por coisas artesanais!! Amo de paixao!! Especialmente se for feito por quem me deu, comprado já nao é a mesma coisa!! Guardo com muito amor e carinho as coisinhas que minha avó fez pra mim, essas coisas tem um valor incalculável pra mim!!

      beijinho

      Excluir
  8. Oii!
    Fazia tempo que eu nem aparecia por aqui!!
    Essa situação aí de presentes é muito complicada mesmo... mas acho que é bem isso, a gente agradece, e tenta gostar e dar uso... agora depende de quem deu né... querendo ou não, tem esse lado sentimental nas coisas que a gente recebe! Ás vezes a gente não gosta, mas foi dado com tanto carinho, que acaba meio que gostando, ou se esforçando pra isso!
    E eu sempre fico receosa em dar presente, e nem acertar... mas tento pensar o máximo na pessoa e no que ela gosta, pra nem acontecer né...
    É isso ai!!
    Beijos Babi!! Boa semaninha!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla!
      Fazia tempo também que eu nao escrevia... aí perdeu o ritmo né?!
      Eu tenho algumas coisas guardadas que foram dadas pela Oma, que eu sei que empenhou pra me dar, mas que nao tem mto a ver com meus gosto... E justamente por ser dela, que é uma pessoa especial pra mim é que ainda está guardado sabe, esperando eu arranjar um jeito de dar uso.

      beijinho

      Excluir
  9. Oi Babi,passando pra conhecer teu blog...e sobre a tua pergunta,conheces a brincadeira do "passa,repassa"? Eu faço isso com os presentes que não curto muito...rsss..o único problema é que o Alzheimer pode nos pregar peças e acabarmos passando o mesmo presente a quem nos presenteou...bahhh,aí não tem perdão,né?
    :)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, com algumas coisas até dá pra fazer, mas sempre tomando muito cuidado pra nao correr o risco de dar de volta pra pessoas que te deu a coisa, senao pega muito mal.

      Excluir

Conte-me o seu segredo...