For my international friends

domingo, 12 de setembro de 2010

A vinda definitiva pra Alemanha (escrito 31 agosto 2010)

A aventura começa no aeroporto de São José dos Pinhais, com as pessoas que se dispuseram a ir até lá prá se despedir da gente. Depois do check-in, a espera regada a “champanhe” e trufas. Eita povo divertido!! Só uns goles e obviamente começam a aparecer os podres da galera. Mas enfim chega a hora de embarcar e começar de vez a vida nova, só nós dois. Um pouco de dor de barriga no começo, mas o vôo até São Paulo foi tranqüilo e chegando lá tudo correu bem apesar da fila gigantesca na alfândega, ainda assim esperamos quase 3h até o embarque. Sentados no aeroporto percebemos algumas coisas bobas que acontecem, tipo o avião esperar até mais de meia hora pelas pessoas atrasadas, é por isso que esse país não vai prá frente, larga o povo atrasado que eles aprendem a chegar na hora... Quando enfim entramos no avião estávamos exaustos depois de (no mínimo) 1 semana de noites mal dormidas. Não posso dizer que dormi super bem, mas foi bem melhor que minha última viagem intercontinental. Apesar de uma leve diarréia durante o vôo, tudo se seguiu normalmente, sem grandes turbulências (que é o que mais me assusta)... Mas quando enfim chegamos: ATRASADOS!!! 1 hora!!! E como é que faz prá passar mais rápido pela alfândega?! Não faz NE, apesar de eu ter passado junto com o Lukas na cabine dos alemães, eles ainda fizeram muitas perguntas... dá no mesmo que esperar na fila!! E depois disso ainda atravessar o aeroporto prá chegar até o portão de embarque prá Hamburg, sério, suei prá caramba e achei que ia perder minhas pernas pelo caminho...Quando chegamos ao guichê, obviamente depois de passar mais uma vez pelo raio-x, e o Lukas ter que tirar inclusive os sapatos (sim, todas as vezes a mesma função!), o nosso vôo já tinha partido, mas conseguimos lugar no próximo dali 30 minutos. Voamos com a Lufthansa até Hamburg, em poltronas separadas já que era um arranjo diferente e justamente neste vôo resolve dar bastante turbulência, só porque não tinha ninguém que eu pudesse agarrar a mão ao meu lado, segura na poltrona então né!!! Pelo menos foram só 50 minutos. E prá quem reclama que a GOL só dá uma barrinha de cereal nos vôos curtos, fique feliz porque neste a gente só teve bebida!! Eu só tomei água! Depois do café da manhã no avião e da correria pelo aeroporto de Frankfurt, a fome já estava batendo. Mas enfim chegamos vivos em Hamburg e nossas malas também chegaram inteiras (o maior medo era delas se perderem já que não viemos no vôo planejado). Na saída nosso vizinho Lucas estava nos esperando com a esposa e a cunhada pra nos ajudar com as malas, nossa sorte, queria só ver nós dois carregando tudo aquilo sozinhos de trem!!!! E então foi isso, conheci minha casa nova (que imaginava bem menor, mas que é super legal – mando fotos assim que tirar), desarrumamos as malas e já fizemos outras prá viagem de lua de mel e depois um merecido banho de banheira prá relaxar um pouco e cama!!!
Na manhã seguinte o Lukas saiu cedo prá ir buscar o carro que ele tinha reservado numa locadora prá nossa viagem, eu fiquei dormindo mais um pouco. Lá pelas 10h saímos, dia bonito, fresco no começo mas foi esquentando durante o trajeto. Depois de alguns quilômetros: engarrafamento! Ficamos parados um tempo, e depois andando a passos lentos, tiazinha do GPS endoidou um pouco quando saímos um pouco do trajeto inicial prá fazer o desvio necessário, 2 horas perdidas nessa brincadeira, perdemos mais uns 30 minutos na parada pro almoço e depois mais um engarrafamento, mais uns 30 minutos... Mas acabamos chegando em Oberwesel (uma cidadezinha super simpática no vale do rio Reno) -http://oberwesel.de/portal/index.php ou http://de.wikipedia.org/wiki/Oberwesel. Estou agora no hotel (também super charmoso) - http://www.hotel-roemerkrug.rhinecastles.com, e daqui faremos todos nossos passeios que vou descrevendo ao longo dos dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...