Pular para o conteúdo principal

Sazonalidade

Quem mora, já morou ou já visitou as bandas de cá do oceano Atlântico já dever ter percebido como aqui a sazonalidade de produtos é muito mais presente do que no Brasil. Não estou falando só de roupas de verão e inverno, mas sim de produtos no mercado mesmo. Esses dias atrás fomos passear numa loja de materiais de construcao, mas que tem de tudo: artigos de jardinagem, decoracao, portas, furadeiras, porcas e parafusos e afins (não era A Bauhaus, mas do mesmo gênero). Enquanto marido procurava o que queria eu fiquei analisando a parte de decoracao e jardinagem e percebi que não haviam sementes pra vender. No Brasil em qualquer época do ano que você vai num lugar desse teria lá uma prateleira com sementes, mas aqui não, porque não é mais época de plantar nada... Agora é época de outra coisa, plantam-se os bulbos das tulipas para que essas nasçam lá em marco-abril quando o inverno for embora. E assim é com tudo por aqui. 

Dia 03 de setembro fomos ao mercado e já haviam bolachas de natal pra vender!! Que não são encontradas em outra época do ano!! Só até o natal elas estão lá piscando pra mim. E assim aos poucos os produtos da época vão surgindo e sumindo conforme a estacão do ano, ou a festividade mais próxima. A gente aqui já está se deliciando com algumas das bolachas de natal, porque é agora que tem, depois do dia 01 de janeiro já não encontra mais!! Aos poucos as abóboras estão surgindo nas portas e janelas das casas, e as frutas secas e nozes tomando mais conta do mercado. Hoje mesmo já substituíram alguns estandes de frutas frescas pelas avelãs, amêndoas e afins... E eu vou me divertindo e observando essas mudanças... 
                
                        nossos pães de mel preferidos
nossos Spekulatius preferidos

Assim  já estão os corredores dos mercados
(fotos da intenet)

É tão gostoso perceber não só no tempo, mas também nas pessoas e pelos lugares onde se passa como uma nova estação está chegando...

Comentários

  1. Bárbara! Adorei o post!!
    Eu aprendi muitooo morando aqui, inclusive, a respeitar o tempo da natureza, do plantar e do colher. Já vi os bulbos de tulipas para vender, abóboras vão chegando, mas as bolachinhas natalinas, pelo menos nos supermercados que eu frequento ainda não chegaram :-(, ainda bem...hehehehe. Tem coisas tão gostosas nesta estação que dá vontade de comprar e estocar né?!? rs... Eu adoro o outono/inverno!! Bjs e bom fds!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso né Sandra! A gente aprende a respeitar/admirar cada coisa no seu próprio tempo, sem afobação. E eu acho que tudo tem um outro sentido quando nao estao lá o tempo todo, parece que a gente aprende a valorizar mais as coisas.

      Também adoro essa época do ano. Tá todo mundo reclamando que já tá frio e tal e eu aqui estou me deliciando decorando a minha casinha pro outono, pescando umas receitinhas da época pra experiementar, curtindo as cores mudando lá fora e tomando meu chá quentinho admirando a paisagem lá fora...

      A gente já pensou em estocar algumas coisas também, mas a casa é pequena, e acho que nem tem a mesma graca comer essas delícias em outra época do ano.

      beijo e bom fim de semana pra você!!

      Excluir
  2. babi!!!
    que interessante isso das flores, do bulbo... nunca tinha ouvido falar nisso... aprendi agora!!!!
    e coisias de comer nem me fala nisso, estou pelejando na minha dieta (que não sai do lugar a balança) e AMO essas guloseimas...
    Desculpe a ignorancia da pergunta, por que a decoração de aboboras nesta época???? Pois já vi algumas vitrines aqui também com esses artigos...
    beijosssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque elas sao típicas dessa época do ano aqui no hemisfério norte! Meio que representam o outono! Acho que por isso também se usam muito as abóboras no halloween! E acho que por serem assim laranjas tem tudo a ver com as cores do outono!
      beijinhos

      Excluir
  3. Adoro também!

    E acho muito mais gostoso passar o Natal por estas bandas. Não vejo a hora de ir aos Markets de Natal . Neve caindo e me empanturrar de coisas deliciosas!!
    Vi os biscoitos no supermercado ontem tbm. Já comprei alguns pra ir comendo devagarinho...rsrs
    Mas antes vamos aproveitar o outono...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delícia né?! Também adoro guloseimas natalinas!! Já estamos deliciando algumas!!

      Excluir
  4. Eu amo biscoitos de Natal, fiquei com inveja que ai ja tem , aqui ainda nao rsrs quero quero quero!!!

    ResponderExcluir
  5. E eu levei um susto quando vi todos esses produtos natalinos no mercado agora em setembro. Mas foi bem legal ir bisbilhotando o que eles tem a oferecer, até o natal dá pra ir provando de tudo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem doido isso né Graziella?!! Quando meu marido falou da primeira vez que as coisas ja apareciam em setembro achei que era exagero dele, mas depois vi com meus proprios olhos. Nós vamos curtindo desde já, porque tem muita coisa gostosa mesmo! Assim dá pra experimentar de tudo!! hahhahha

      beijinhos

      Excluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…