Pular para o conteúdo principal

Domingo no Altes Land

Ontem, domingo, foi dia de aproveitar que o sol resolveu voltar a mostrar sua força (porque sim, aqui já tivemos dias bem gostosos com cara de outono). Pegamos nossas bicicletas e aproveitamos que este final de semana seria de portas abertas das "chácaras" de frutas aqui do Altes Land e saímos pedalando por aí! 
Lukas na plantação de maçãs
a paisagem...
...com suas casinhas simpáticas
**Lembram que já falei sobre esse lugar? A primeira vez que fomos foi em agosto do ano passado, pegando o comecinho do amadurecimento das frutas. E neste ano em maio fui ver a florada e compartilhei as fotos com vocês!!
Esta chácara estava oferencendo seus produtos
e nós fomos lá conferir
um portão também típico da região
E foi muito bom! Parece que todo mundo que tem bicicletas em casa resolveu fazer a mesma coisa! Tinha muita gente pelo caminho, mas ainda assim foi tudo muito tranquilo e deu pra apreceiar bastante as lindas paisagens dos campos de frutas (em especial maçãs) aqui da região. 
Fomos até o rio Elbe...
...ali do outro lado fica Hamburg
e a fábrica da Airbus
Eu e o bairro Blankenese em Hamburg lá na outra margem
mais uma vista bonita do rio
Vocês sabiam que cada quarta maçã alemã consumida no país vem aqui do Altes Land?!! Pois então, agora sempre que vocês forem comer uma maçã aqui na Alemanha, vão lembrar de mim!! hehhehhe
uma igrejinha simpática em Neuenfelde...
...chamada St. Pankratius
E aí vão muitas fotos de frutas para vocês se deliciarem!! Só não me perguntem de variedades porque disso eu não entendo nada!!
precisa de legenda?!!
ameixas no pé
uma maçã vermelhinha
pêras

o corredor de macieiras

E essas foram nossas aquisições:

maçãs e um licor de frutas
E uma coisa que só descobri depois em casa é que a pessoa esperta aqui passou protetor solar no rosto e nos bracos e esqueceu das pernas. E como se não bastasse isso, ela ainda encostou com os bracos melecados de protetor nas pernas, o que a deixou com as pernas numa alternância de vermelho e branco que foi digna de muitas risadas, e muito hidratante também porque o sol alemão também queima!! 

Comentários

  1. Mais uma história que me dá apetite para ir vistar essa região e tirar lindas fotografias como as suas :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Luís! É um lindo lugar para visitiar, com toda certeza!

      Excluir
  2. Gosto mt da foto no cabecalho!

    Menina, eu adoro ver peras nos pés, acho lindo e ate quase, emocionante...

    entao ta, qd comer uma maca vou lembrar de ti :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito dessa foto Nina!! Foi do nosso passeio por Erfurt em julho!! O céu azul no fim do dia foi um presentao!!

      Sabe que eu também me emociono quando vejo essas frutas nos pés?!! E todas aquelas árvores juntas, agora carregadas com suas frutas vermelhinhas e roxinhas e mesmo as verdes... É encantador!!

      beijinhos pra você

      Excluir
  3. Que delícia ver as frutas no pé. Me lembra a infância onde tinhamos tudo a disposição na casa dos avós(e não dávamos o devido valor)!

    Adorei as fotos tbm.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É legal isso né?! Tirar a fruta da árvore e comer!! Saudades desse tempo também!!

      beijo

      Excluir
  4. Muito bonito esse lugar, e que maçãs mais apetitosas! Queria te perguntar se tu usas algum programa ou aplicativo para colocar marca dagua nas tuas fotos, ou tu edita elas antes de publicar? To querendo fazer algo parecido mas não muito trabalhoso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu normalmente uso o picmonkey, mas aí é uma foto por vez. Eu diminuo e coloco a marca d'água. Queria um programa que desse pra fazer varias ao mesmo tempo, mas ainda nao encontrei um gratuito!! Se você descobrir um me avisa?!!!

      Excluir
  5. Ah Bárbara... sabe que aprendi a dar mais valor a natureza, fruta no pé, morando aqui? Na minha infância ia para a casa dos meus primos, tios, avó no interior de SP e subia no pé de goiaba, víamos pés de melancia, ai depois a gente cresce e meio que perde tudo isso...
    Vendo as macieiras e as pereiras, me lembrei da casa dos meus sogros porque tem essas árvores lá. Está dando pena porque as maças e peras estão se perdendo todas... trouxe algumas ameixas de lá e amoras que estavam maravilhosas... daqui a pouco vamos "perder" isso também... mas faz parte da vida. Como sempre, belas a suas fotos :-). Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Sandra, eu cresci em fazenda, entao sempre tive muitas árvores frutíferas a minha disposicao!! E quando a gente nao tem mais é que a gente dá valor!! A gente quer muito ter árvores frutíferas num dia que tivermos uma casa!!

      beijo

      Excluir
  6. oi Babi!!!
    quero muito conhecer um lugar desses, onde você vê as plantações e pode até comprar... não sei bem onde tem por aqui... vou dar uma pesquisada...
    As fotos das frutas ficarão bem bacanas, gostei das ameixas, você conseguiu pegar a tonalidade esbranquiçada que vem por cima da cor da fruta...
    PS.: Adorei seus óculos!!!! :)) queria ummmmm..... :)
    beijosssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!!

      Essas chácaras onde a gente pode colher e/ou comprar direto do produtor sao muito bons né?! Eu acho ótimo isso por aqui. Sabe que pra achar lugares assim eu sempre leio o jornalzinho do bairro que aparece na caixa do correio aqui do prédio, ou mesmo falando com os próprios alemaes, eles sempre sabem de lugarzinhos diferentes que nós, recém chegados, ainda nao conhecemos!!

      hahhahahha, que bom que gostou do óculos!! Eu acho ele super divertido!! Ganhei da minha mae!!

      beijao pra você!!

      Excluir
    2. Hummmm... gostei da dica do jornalzinho... vou começar a olhar.... brigada!!! bjsss

      Excluir
  7. Oiii
    parece que voce se divertiu heim! É verdade tivemos um final de semana abencoado na Alemanha!
    Lindas as fotos!
    Menina, o sol da Alemanha queima de um jeito estranho, eu fico cheia de pintinhas, lá no Brasil eu nao tinha isso...

    bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos divertimos bastante sim Anna!! Foi um passeio super bacana!

      Bom, de pintas eu sempre fui cheia, entao nao posso dizer que senti muita diferenca no sol por aqui nao.. hehehhe...

      beijo

      Excluir
  8. Valeu pela dica! Se eu descobrir algum outro aviso sim! ;)

    ResponderExcluir
  9. oi Barbara, fui visitar o blog da Graziella e vim conferir o seu! adorei tbem, é otimo conhecermos lugares através da visão das pessoas q moram no local, é tudo mais exclusivo...mto prazer, bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda Telma!! Que bom que gostou do meu cantinho!! Volte sempre!!

      Excluir
  10. Oi oi!
    Adoro essa de "pedalar por aí"...
    Que coisa mais linda essas macieiras!!! Deu até água na boca ver essas fotos! E Babi se cuida, dá pra ver que vc é muito branquinha e o sol não perdoa!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom né?! Pedalar por aí!! ADORO!!
      As nossas macas compradas ali com o produtor estavam uma delícia!! Absurdamente suculentas!! Fizemos um ótimo negócio!!

      Pode deixar que eu sempre me cuido sim, sei lá o que me deu no domingo que esqueci de proteger as pernas, mas sempre que saio no soo passo aquelas melecas, por mais que odeie elas!!

      beijinho

      Excluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…