Pular para o conteúdo principal

o choro e a culpa

Sabe quando você tem vontade de chorar, assim sem motivo aparente, e quer gritar pros quatro cantos do mundo que é isso que você está com vontade de fazer, e quer escrever sobre isso, escrever no seu status do msn ou facebook só pra colocar prá fora?! Mas daí vme aquela vozinha (de voz, não de vó, ok?) dentro de você que diz: "Não faça isso, você sabe muito bem o que as pessoas vão pensar!". E o pior é que eu sei mesmo. Vão colocar a culpa no meu marido. Vão se perguntar o que é que ele fez pra eu estar me sentindo triste. E eu não entendo porque a minha tristeza/melancolia ou mesmo felicidade/alegria tem que estar relacionadas ao meu marido... Como se ele fosse responsável pelos meus sentimentos...
Assim como parece que o culpam por nós estarmos morando aqui na Alemanha, como se esse também não fosse um sonho meu. E não é só do meu lado da família que eu ouço essas coisas, na maioria das vezes vem do lado de lá... Ficam todos mega preocupados que eu vou ficar deprimida, ou que eu vou surtar ou sei lá mais o quê... E pensar isso num dia como hoje me deixa ainda mais triste...

Comentários

  1. Resgatados do Disqus:

    - Ah, não fica assim não. Tem dias que a gente fica mais borocoxô mesmo, normal, não dá pra ser feliz o tempo todo. Mas no Facebook tô sempre feliz :) Bjs - Ma

    - Tem dias q tb fico assim e acredito q muitas outras pessoas, mas nao ligue para o que os outros pensam, desabafar em outras redes sociais... é a gente tem que pensar com mais cuidado sobre isso, mas vc tem esse espaco, seu blog p falar, espero ter ajudado, melhoras :)- vmsporn

    - Babi... não sei que rolou agora no seu blog, fiz um comentário e fui postar deu erro...
    vou tentar de novo...
    Então, entendo perfeitamente esse sua melancolia e tristesa... tenho muito isso. Ainda mais agora com essa fase de mudança, nossa choro muito!
    E flor é quer coisa pior, ninguém fala pra mim isso que você disse sobre culparem seu marido...no meu caso, eu mesma culpo o Ivan no momento de tristesa, sei que estou errada, pois eu incentivei ele muito pra fazer as entrevistas, dar duro para ser aceito... e agora eu ainda o culpo, por deixarmos nossos empregos, eu deixar meu emprego, minhas amigas, minha família, nosso apartamento, noso carro... choro até...
    Depois passa, fico feliz de novo, fazendo planos, projetos, pareço uma maluca... uma montanha russa, hora lem cima e hora lem baixo...
    Acho natural e vou levar dessa forma, não vou segurar meu choro... vou colocar pra fora sim...
    e tenho medo sim, de não ter amigas pra conversar, de ssentir muiiita falta dos meus pais... ai amiga vou parando que comecei a chorar... foda isso de ser mulher... malucas a flor da pele!!!
    beijão e já já sua montanha russa esta pra cima de novo...:) - Ana Gaspar

    - Oohhhh Babi. Ja passou a tristezinha? Hj é um novo dia, ne? Ja deve ter passado.
    Sabe o que me irrita? As pessoas (do Brasil) logo acusarem a Alemanha como culpada: aaahhh é esse país frio, é esse país de gente fria, é a saudade do Brasil... etc.
    Mt irritante.
    Tem gente que acusa teu marido? Nossa, acho mt nada a ver. Talvez eles nao te conhecam mt bem,nao é?
    Porque as pessoas simplesmente nao aceitam que foram nossas escolhas? E que estamos felizes com ela? E que tristezas fazem parte da gente?
    Deixa isso pra lá Babi linda.
    Mas escrever é bom, pra mim, a melhor terapia.
    Desejo forca. Sempre. - Nina

    ResponderExcluir
  2. - hehheh... pois é Ma... tenho os meus dias mais deprês mesmo, ainda mais na TPM... só é complicado quando as pessoas acham que a gente tem que estar sempre feliz, ou fazendo de contas que está... é uma crise quase que mensal, se é que você me entende... ehhehheh... mas passa, logo, passa... - babisenberg


    - obrigada, ajudou sim... sempre ajuda colocar pra fora e principalmente quando algumas pessoas, assim como você, entendem que todo mundo passa por dias ruins e pra baixo. Valeu pelo comentário!!
    beijinho - babisenberg

    - Oi Ana!!!
    Acho que é meio normal mesmo essa montanha russa, de uma hora estar bem, e na outra nem tanto, faz parte de ser ser humano e ainda por cima mulher... hahhahaha... Obrigada por compartilhar também a sua angústia, imagino como seja difícil prá você, mudanca sempre tem esses dois lados brigando entre si. Mas fica firme aí e se precisar de um ouvido amigo pra desabafar fique à vontade!!
    beijos - babisenberg

    - Oi Nina!!
    Já passou sim a fase tristinha, ainda nao estou 100%, mas na minha TPM é assim mesmo, tem um dia que estou chorando pra quqlquer propaganda de maragarina passando na TV e nos outros está tudo bem até vir o dia da cólica... Depois de tantos anos e eu ainda nao aprendi a lidar direito com essa oscilacao de humor... mas vamos levando...
    Quanto a questao de culparem o meu marido, eu sinto bastante isso de algumas pessoas sim, e é muito chato mesmo. Acredito que seja mesmo por nao me conhecerem direito, ou talvez também porque elas se sentem abandonadas e me usam como desculpa pra fazer chantagem... sabe daquele tipo que faz com crianca na casa dos outros:" nao faca assim que fulano nao gosta" sendo que o fulano nem sempre foi ouvido naquela questao... Mas enfim...
    Eu vou escrevendo sim, que está sendo uma ótima terapia mesmo, e vocês todas ótimas ouvintes!! Obrigadao pela forca!!
    beijao - babisenberg

    - Oi Babi!!
    Muito corajosa vc em colocar no blog seus sentimentos, te admiro muito por isso...
    Quando a gente fala ou escreve conseguimos ver a coisa de outro angulo, é bom isso.
    Tenho um caderninho de orações (só meu, só p mim...rsrsrs) e geralmente nos dias em que estou vivendo uma tempestade eu escrevo alguma coisa, é engraçado ler depois que passa a confusão...rsrsrs....
    Espero que vc esteja melhor...pena não estarmos mais perto para tomarmos um chá com biscoitos e colocar todas as conversa e fofocas em dia, mas a vida é assim. Para isso servem as tecnologias e o correio...rsrsrs...
    Fica em paz, com a paz de Cristo.
    Bjs - Carlakoni


    - Oi prima Carla!!
    Obrigada pelas palavras de ânimo!! Já estou melhorzinha sim... sei que é fase e que vai passar, mas com certeza faz um bem danado colocar pra fora. Eu já tive uns diários desses aí que vcoê fala também, mas eu tenho um pouco de preguica de escrever...
    beijao com saudades - babisenberg

    - Oiii, eu costumo ter esses ataques de tristeza aparente também. Tem muito a ver como temperamento. Lembre-se que toda criatividade esta relacionada com uma dose de melancolia. Use seus momentos mais tristes para criar! Escreva, pinte, cante... bjsss - Anna Monte Alegre


    - Oi Anna!!
    Obrigada pela dica... Juro que eu tento usar minha criatividade nesses momentos, mas nao funciona sempre nao... o problema é que ela vem acompanhada de impaciência, daí já viu né... Mas enfim, quem sabe crio alguma coisa dessa vez, vamos tentar de novo....
    beijo - babisenberg

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…