Pular para o conteúdo principal

Solingen und Wuppertal

Solingen, a cidade onde fica o Schloss Burg do post anterior, fica a uns 30 km de Düsseldorf. Dá pra chegar lá com a S-bahn de Düsseldorf e leva cerca de meia hora. O que eu achei engraçado é que a S-bahn pára na Hauptbahnhof, até aí tudo bem, mas nós precisávamos ir até Solingen Mitte pra pegar o ônibus até o Schloss. Quando vi isso achei interessante, e fiquei pensando porque é que tinha dois lugares assim "tão importantes" na mesma cidade, será que ela é tão grande assim? Depois foi que descobri, que Solingen Mitte de grande não tem nada, a parada do trem é num buraco e ao subir uma escada você chega num pequeno terminal de ônibus. E outra curiosidade interessante é que os ônibus (não todos, mas muitos) na cidade são elétricos, chamados de Oberleitungsbus ou apenas Obus! Vocês conhecem bondes certo?! Eles têm aqueles fios todos em cima, de onde eles pegam a energia pra cirular pela cidade, certo?! Pois então, com o ônibus é a mesma coisa, só que não tem trilhos como os bondes, é um ônibus!! Achei muito legal! E o mais legal é que esse ônibus elétrico que a gente pegou vai até quase o Schloss com energia, só nos últimos pontos é que ele desliga a energia e anda movido à gasolina/diesel/sei-lá-o-que. Isso quer dizer andar mesmo fora da cidade, com paisagens de campos e vaquinhas pastando movido com energia!!
prá você verem como é (foto daqui)
Solingen é conhecida como "cidade das lâminas", uma vez que existem muitas fábricas destas há anos funcionando na cidade, muitas delas de bastante renome. Lá fabrica-se espadas, facas, tesouras, navalhas, etc. Estima-se que 90% das facas produzidas na Alemanha sejam produzidas em Solingen. As marcas mais conhecidas que têm suas fábricas na cidade são: Wüsthof, ZWILLING J.A. Henckels, Böker, Wilkinson Sword (clicando nos nomes você terá acesso aos sites das marcas).

Devido a essa fama, depois do passeio no Schloss Burg, queríamos bater perna no centro da cidade pra ver as tais das facas produzidas na cidade e tal... resolvemos parar no centro pra procurar alguma loja. E andamos, andamos e nada, só essas lojas normais que têm em toda cidade, nenhum única loja que vendesse facas produzidas na região!! Pode uma coisa dessa?? Será que a gente procurou no lugar errado?? Será que as lojas dessas coisas estão em outra região da cidade?? Ficamos sem saber... continuamos nosso caminho... 

Já estava programado ir até Wuppertal pra andar de Schwebebahn, e pra isso usamos o mesmo ônibus que nos trouxe até o centro e fomos mais adiante. Por sorte descobrimos que ele passava ao lado do Deutsches Klingenmuseum (o Museu de lâminas) e fomos até lá pra ver se pelo menos lá tinha alguma coisa de facas e afins... Ao descer do ônibus a gente ficou perdido, porque não tinha nenhuma indicação do museu, sorte que meu instinto é dos bons e rumamos pro lado certo! Essa parte da cidade, que antigamente era uma outra vila (Gräfrath), é muito, mas muito mais bonita que o centro da cidade, sério, parece outro lugar porque vou te contar, Solingen Mitte é muito feia! Aqui encontramos casinhas típicas da região, cobertas com essas pedras pretas, uma graça só, e o sol ainda resolveu dar o ar da graça, podia ser melhor??
rua de casinhas típicas
o que acredito ser o antigo centro
o sol resolveu nos agraciar no fim do dia
Encontramos por fim o museu, pena que as pernas não aguentavam mais uma caminhada por dentro dele, acho que pode ser bem interessante!
o Deutsches Klingenmusem
a frente do museu
O Lukas até deu uma olhadela na giftshop, mas não tinha muitas coisa interessante pra comprar por lá. Mas pelo menos vimos as lâminas produzidas na cidades!!!hehheheh

Depois do passeio pelo bairro bonitinho da cidade, tomamos mais uma vez o ônibus e fomos até Wuppertal!!

antiga Rathaus de uma das vilas que formaram Wuppertal
Wuppertal  é, com cerca de 350.000 habitantes, a maior cidade e centro industrial, cultural, de pesquisa e formação da região chamada Bergisches Land, que é uma região em Nordrhein-Westphalen.  Ela é chamada de Großstadt im Grünen, que quer dizer cidade grande no meio do verde. A cidade foi criada em 1 de agosto de 1929 da junção de algumas vilas e pequenas cidades, e desde 1930 carrega o nome Wuppertal, que se refere à sua localização ao lado do rio Wupper, escolhido em plebiscito . A cidade é conhecida especialmente pela Schwebebahn , que nada mais é do que um trem suspenso. Foi desenhado por Eugen Langen, inaugurado em 1901 e funciona até hoje como sistema de transporte público na cidade. Quem se interessar mais vale a pena visitar o site. Além da Schwebebahn a cidade ainda abriga a companhia de dança Pina Bausch e um famoso filho da cidade é o filósofo Engels. 
vista de dentro da Schwebebahn antes de comecar a andar
vista da Hauptbahnhof

O nosso ônibus nos deixou em Vohwinkel que foi onde pegamos a Schwebebahn. Eu me diverti horrores andando naquele negócio, me senti numa montanha russa sem loopings!!! ehhehe Veja o vídeo abaixo, dá pra ter uma idéia de como é andar nele... Eu achei o máximo!

        

E foi esse nosso passeio em Wuppertal. Até demos uma volta pelo centro, mas mais uma vez nada de interessante, ou o cansaço já estava realmente batendo. A única coisa legal que vimos por lá foi a fachada do Museu de relógios (Wuppertaler Uhrenmuseum).

foto daqui

Comentários

  1. Nossa Bárbara, que legal essa Schwebebahn, eu assisti o vídeo e me deu até frio na barriga, parece que a gente tá voando, sei lá, muito bacana mesmo! Taí uma solução para o metrô de BH, que não sai nunca do papel! Também adorei suas fotos, e a foto nova aqui ilustrando o outono no seu blog.

    tenha um bom dia :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá frio na barriga mesmo Marcela, também tive a impressão de estar voando e foi super legal!! E realmente, seria uma ótima opção pra esse lugares que querem colocar metrô e não conseguem, porque nao sei se vc viu no video,mas tem partes que a Schwebebahn passa por cima do rio e outras de ruas, o que eu achei super interessante!

      Que bom que gostou das fotos!!

      beijo e bom fim de semana pra você

      Excluir
  2. que legal essa de onibus eletrico, seria legal se no brasil eles adotassem isso.
    Te linkei no meu blog você poderia fazer o mesmo ? obg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria interessante mesmo Anna, aproveitaria bastante espaço, mas nao sei quanto aos custos de construção e manutenção de uma coisa dessa...bjs

      Excluir
  3. Babi! que show de lugar... este ônibus arrasou!!!! E as fotos passaram uma imagem de cidade bem gostosa... é?
    Ah! essa foto do blog também ficou bem estilosa... gostei!
    beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nessa parte que a gente foi mais por fim da tarde a cidade parece sim ser bem gostosa, mas o centro sinceramente me decepcionou, nao tinha nada interessante, parecia uma cidade cinza, sem graca nenhuma...

      Que bom que gostou da foto do blog! Logo posto as outras desse mesmo dia que me aventurei a tirar fotos do parque logo cedo de manha!!

      beijo

      Excluir
  4. Eu nunca andei de trem suspenso! eu quero! eu quero! eu queeeero!

    ResponderExcluir
  5. Vai pra Wuppertal, lá tem!!! hhauhauhauhahua

    ResponderExcluir
  6. Ai que legal esse trem!!! Quero ir!
    Quando li o título do post, pensei logo nas fábricas de aço de Solligen, já vi alicate de unha com esta marca e são bem conceituados. Realmente, muito estranho não ter lojas do segmento na cidade - ai que frustante - rs....
    Bom, pelo menos o passeio em Wuppertal não foi totalmente perdido :-). Bom final de semana!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Sandra, veja que absurdo!! Pra mim nao fez sentido nenhum nao encontrar uma loja na cidade, será que teria que ir direto num fábrica pra encontrar?!! Nao sei... E realmente o passeio em Wuppertal compenseou, foi divertido andar no trem suspenso!!

      bom fim de semana também! beijo

      Excluir
  7. Que legal esse trem suspenso! Wuppertal já tá na minha lista há tempos, mas ainda não fui. Meu namorado que fala que temos que ir pra lá conhecer a casa do Hans Doner (vê se eu posso), mas agora eu fiquei com vontade de ir só pra ver ese trem!
    E não sabia desse museu das lâminas, parece interessante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai lá e depois conta como foi!! Deve ter mais coisa pra ver lá, mas eu realmente nao estava mais no pique depoisa das andancas do dia... pena...

      Excluir
  8. Nossa quanta coisa legal num post Babi!!
    Adorei o Schwebebahn, eu também quero um passeio desses!!
    Esse ônibus elétrico tem aqui na minha cidade (Santo André - SP), e ele realmente é muito bom!!
    Beijinho!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. humm, eu nao conhecia desses ônibus elétricos, achei super interessantes!!! Não imaginei que existissem no Brasil. Vivendo e aprendendo não é mesmo!!
      beijinho

      Excluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…