Pular para o conteúdo principal

Mümmelmannsberg

No domingo 05 de agosto nao estávamos querendo ficar em casa, mas o tempo lá fora também nao estava aquela boniteza... Acabamos que decidimos fazer uma saída rápida pra um lugar que ainda nao tínhamos ido. Pegamos o U2 e fomos até um dos pontos finais dele: Mümmelmannberg. Nao tem nada de mais por lá, mas deu pra dar uma boa caminhada e tirar algumas fotos.












Comentários

  1. Babi...
    gostei das fotos da amora...
    Porém deixa te fazer uma pergunta, sabe essa frutinha da primeira foto (vermelhinha)?entáo pode comer??? Sempre vemos por aqui, e Valentina um dia foi pegar pra comer, Ivan fez um tumulto dizendo que não podia comer e tal... fiquei com medo da Valentina comer na escola, pois lá tem....
    entao se sabe se pode comer, se é uma frutinha??? ou não...
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!!
      Sabe que eu nao sei... eu nao conheço muito bem as frutas silvestres por aqui nao... teria que perguntar pra algum alemao ou alguém que conheça bem as frutinhas por aqui. Eu sempre tenho dúvidas quanto a isso também. Se vc descobrir me avisa?!!
      beijao

      Excluir
  2. Olá Bárbara, tudo bem? Conheci seu blog através da Ana, do seu comentário no meu blog. Agora, já sou seguidora, pois adoro conhecer mais e mais sobre a Alemanha. Já que temos isso em comum...
    Adorei as fotos! Como é bom aproveitar o que a natureza e cada estação do ano proporciona para nós. Certíssima!
    Também fico encantada. Quanto a frutinha parece com a johannisbeere. Acredito que não seja...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Celi!! Seja muito bem vinda ao meu cantinho!!
      A natureza é realmente uma beleza não é?! Eu adoro como aqui cada estacao tem suas características tao marcantes e adoro observá-la e sempre que possível registrar: minha terapia!!
      beijos pra você!!

      Excluir
  3. Oi Bárbara!! Que bom passear não é...? Bom, já que li os comentários sobre a frutinha... um amigo meu que fez exército e treinamento na selva, me disse que as frutas silvestres que estejam intactas nas árvores não é bom serem comidas, pois se passarinho não come, é sinal que elas podem ser perigosas. Eu sempre lembro disso antes de provar alguma fruta "nova". Quando eu conheço a fruta, como sem problemas...mas se tenho dúvidas, não arrisco. A fruta da primeira foto não parece a Johnanisbeere não. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delícia mesmo passear Sandra! Eu adoro! E sobre a frutinha, também sempre ouvi isso de que se nem os bichos comem é porque deve ser venenosa... então sempre fico com pé atrás... E como eu disse, não faço a mínima idéia de que fruta seja, não conheço bem os pés das frutas silvestres por aqui.
      bjs

      Excluir
  4. Hahaha, adorei o "pegamos o U2".

    E adorei as fotos, também!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, agora que você mencionou o U2 é que associei com a banda... hauahuahuaha... aqui é tão normal se referir a U-bahn como "U-número da linha" que faço automaticamente... hehhehe

      beijo

      Excluir
  5. Olá, Bárbara!

    Ao começar a ver as fotos, logo reparei na primeira frutinha, mas por um motivo diferente: como ela parece aquelas frutinhas de plástico! Talvez tenha achado isso porque ela está bem brilhante na foto. :)

    Achei bem legal o que Dani disse no comentário acima. Nunca tinha pensando em ver se passarinhos comem a fruta antes de experimentar. Agora não me esquecerei mais!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei a mesma coisa Rafaela! Pra mim também parecia uma frutinha de plástico... ele tem essa cor meio brilhante ao natural também, nao só na foto.
      beijos

      Excluir
  6. Babi, gostei da explicação da Sandra (sobre a frutinha, (se passarinho não come é sinal que temos que ter prudência!!!), não irei esquecer mais isso.... :)
    beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é Ana, eu já tinha ouvido essa história dos passarinhos... é sempre uma boa dica quando estamos na dúvida!!
      beijo

      Excluir
  7. Oi Barbara! Como assim não tem nada demais por lá?! E essas flores lindas?! rsrsr Lindas fotos!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, maneira de dizer né?! Só depois que descobrimos as flores... hehehhe...
      bjs

      Excluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…