Pular para o conteúdo principal

Fischmarkt

O Fischmarkt (tradução literal: Mercado de peixes) é basicamente uma obrigação para todo visitante de Hamburg. Nós que moramos aqui há quase dois anos ainda não tínhamos ido, mas finalmente chegou o dia que criamos vergonha na cara e acordamos cedo num domingo de manha. Porque sim, a "feira" começa às 5h da matina e vai até umas 9h30. Então eis que no domingo 12 de agosto fomos lá conferir qual é a do mercado. 
estátuas de bronze em alusão ao mercado
detalhe do barracão onde antigamente se vendia
peixe e hoje existem  restaurantes com musica ao vivo
eu e o rio Elbe
É o mercado mais tradicional da cidade, acontece desde 1703 e onde se vende de tudo, mas tudo mesmo que vocês possam imaginar. Não só peixes como o nome nos sugere. E o mais doido é que os vendedores ficam na gritaria tentando atrair a clientela, e eu nunca vi outro lugar com tanta coisa por 10 euros, tudo lá custa "só" 10 euros, me diverti. Claro que tem coisas mais baratas, eu estava me referindo a promoções de cestas de frutas e verduras ou combinados de peixes ou macarrão, que os feirantes oferecem por 10 euros. Nós achamos as frutas e verduras baratas, mas acho que fazer feira tao cedo num domingo de manha, longe de casa, não vai rolar com muita frequência não...
um cargueiro passando ao lado da feira
amontoado de barracas
flores a venda
Tem gente que emenda a noitada na Reeperbahn e já vai lá tomar seu café da manha, em especial o tradicional pão com peixe (Fischbrötchen). A hora que chegamos estava bem cheio, fomos mais pro final da feira mesmo, foi tenso andar no meio daquela gente toda, mas foi uma ótima experiência. Não é a feirinha de artesanato do Largo da Ordem de Curitiba, mas é uma feira bem interessante, vale a pena dar um olhada nela quando passar em Hamburg: faz simplesmente parte da cidade. 
mais flores
mais flores
mais flores
Mais infos aqui.

---
PS: Ainda viajando...

Comentários

  1. Bárbara esse lugar parece muito legal!! Só não gostei pelo horário...hehehehe... mas pra conhecer vale acordar cedo :-). Meu marido SEMPRE fala de visitar Hamburg, ele quer muiiito conhecer a cidade, mas só no verão, rs... pq ai no norte venta muito e no inverno deve ser tenso fazer turismo a céu aberto, rs... Eu acho que ia adorar a cidade só pelo fato de poder comer bastante sushi e sashimi que eu adoro e que aqui custa quase um rim!! Vc sabe se tem boa oferta de restaurantes japoneses ai por Hamburgo? Boa viagem!! Nós já voltamos da nossa que foi bem curtinha :-). Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente esse horário nao é muito convidativo mesmo Sandra! Mas valeu a pena acoradr cedo pra conferir!!

      Olha, como eu nao sou fã de peixes e afins nem sei direito sobre as opções de restaurantes desse tipo por aqui nao, mas deve ter sim, e de boa qualidade pelo que ja ouvi falar...

      Venham mesmo conhecer Hamburg, é uma cidade única, nao tem como comparar com nenhuma outra nao! E seu marido tem razão com relação ao vento, aqui venta absurdamente!!

      beijao

      Excluir
  2. Como sempre as fotos mais linda da blogosfera sao suas, eu amo ver amplio e fico vendo os detalhes, rsrs lindas mesmo!!
    Fiquei querendo provar esse pao com peixe, em Natal RN existe um prato chamado ´´ginga´´sao uns peixinho bem minusculos´´piabas´´num esperto frita no oleo servida dentro de uma tapioca quentinha, menian é taooooo bom, com pao deve ser otimo tb. bjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Wilqui!! Bom saber que você gosta e aprecia assim!!
      Como eu nao gosto de peixe nem posso te dizer se é bom ou não, claro que também depende muito do gosto pessoal. Mas aqui é super tradicional e o pessoal adora, inclusive no café da manhã!!!!

      beijokas

      Excluir
  3. Oi Babi!!!
    Que bacana esse mercado de peixes! Não vou nem comparar aos que conheço aqui no Brasil!! Hehe! Mas haja empenho para acordar tão cedinho! Mas pelas fotos, parece ter valido muito a pena!!
    Saudades!!
    Carla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É empenho mesmo Carla! Mas valeu a pena! Eu gostei bastante de conhecer! Só nao sei se vou ter coragem de ir alguma vez de novo hehheheh
      beijos

      Excluir
  4. Caramba, Babi, depois de ler sobre o horário do mercado de peixes eu entendi a demora da visita... hehe.

    Adorei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. A minha mulher já me explicou que é obrigatório a visita do Fischmarkt em Hamburg. Só conheço por programa de televisão e agora pela excelente descrição que aqui deixou.
    Já estou há anos para ir ver. Se calhar vai ser em breve :-)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…