Pular para o conteúdo principal

Botanischer Garten

Lá em junho ainda visitamos o Botanischer Garten, ou seja, o jardim botânico aqui de Hamburg. Já falei pra vocês do Planten un Blomen diversas vezes e também volta e meia coloco fotos de lá, esse era o antigo jardim botânico que fica no centro da cidade.  Esse a que me refiro agora é o "novo", inaugurado em 1979. Ele fica mais longe do centro da cidade, mas é tranquilo de chegar com a S-Bahn (vulgo metrô). É um jardim botânico de 25 hectares e administrado pela Universidade de Hamburg.

um broto




conheciam tantas variedades de alface??
e pés de mostarda??

campo de centeio
Jardim das plantas venenosas


O Jardim é organizado em três grandes seções:
- Jardim sistemático( aproximadamente 3,5 ha) – 90 canteiros de cultivo de plantas organizadas segundo suas relações evolutivas, tal como foram definidas por Armen Takhtajan em 1959.
- Jardim geográfico – plantas distribuídas segundo suas origens geográficas, com áreas para Europa, América do Norte, sul da América do Sul e extremo Oriente.
- O homem e as plantas – cinco jardins temáticos: Jardim Bíblico, Jardim de cultivos, Jardim de farmácia, Jardim de plantas venenosas e medicinais, Jardim de fazenda.
jardim das rosas
planta gigante

Jardim norte americano
Jardim norte americano
tundra
Jardim chinês



Jardim alpino

Jardim alpino
Jardim alpino





uma casinha onde fica o centro de vistantes

O site oficial é esse para quem quiser mais informacoes!

Comentários

  1. Nossa, eu ia morrer sem saber que existiam pés de mostarda, rs...!! Parece bem lindo este jardim botânico. O de Zurique não é muito grande não, mas é bonitinho :-). Bom final de semana!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É daquelas coisas que a gente nunca para pra pensar né?! Pelo menos comigo foi assim, só depois que eu vi é fez todo o sentido.Bom final de semana pra você também!

      Excluir
  2. Olá Babi, vim conhecer teu blog e fiquei maravilhada.
    Menina , como a natureza é bela. Já fiquei te seguindo p/ voltar.

    Bjsssssssssss , sucesso e parabéns pelas postagens.
    O meu blog é de culinária, mas se quiser me visitar, será muito bem vinda, e se quiser me seguir, vou gostar muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja muito bem vinda!! Que bom que gostou do blog!! Volte sempre mesmo!!

      Pode deixar que eu amo blogs de culinária, vou lá dar uma espiadinha!!

      beijao

      Excluir
  3. Babi!!!
    que jardim botâncio bacana...
    estou lendo um livro onde a personagem principal "Alicia" vai conhecer uns jardins em uma região da França, pois bem os jardins sào gigantes e os donos desses jardins são fanáticos por paantas, flores e fazem questão de investirem muito nestes jardins... lembrei quando vi suas fotos... rsrsr
    Vou procurar saber se aqui em Dresden tem jardim botânico... :)
    ah! compramos as bicic;etas na quinta e chegaram ontem a tarde... estamos fãs agora!!! muito bommm.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana!! Que legal que deve ser esse livro, como é o nome?! Eu adoro ler!!

    Oba, vcs tem bicicletas agora!! Que maravilha!! Já inauguraram?? Aproveitem bastante, é muito bom andar de bicicleta por aqui!!

    beijao

    ResponderExcluir
  5. Babi !!! Que lugar lindo.....e as fotos ficaram lindas!!! Amei o jardim chines....ficaria horas sentadinha ali...apreciando a paisagem e pensando na vida!!!!! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marcy!! Realmente esse lugar é ótimo pra sentar e pensar na vida... tem muitos cantinhos deliciosos de se perder tempo por ali!! beijo

      Excluir
  6. Oi Babi!!
    Que lugar mais lindo esse!! E as fotos ficaram maravilhosas!! Tirar fotos de flores é sempre muito bacana!! :)
    Beijão,

    Carla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carla! Eu amo tirar fotos de flores!! Tem que aproveitar quando elas estao por aí!! bjs

      Excluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…