Pular para o conteúdo principal

The things I'm doing

  Sabe quando você tem um monte de coisas pra contar, mas nao sabe por onde começar?? Pois eu estou nessa... há dias venho tendo várias idéias de coisas legais e interessantes (pelo menos pra mim) de escrever, mas sempre que sento em frente ao computador outras coisas me tomam a atenção e acabo não fazendo o que eu queria fazer e daí quando me proponho a fazê-lo dá branco... será que acontece com todo mundo??
Acho que não cheguei a escrever aqui no blog, mas comentei com algumas pessoas que tinha me inscrito num curso de costura da Volkshochschule... Logo de cara me mandaam uma cartinha avisando que já estava tudo lotado, e que meu nome estava numa lista de espera, caso alguém desistisse... fiquei muito triste, me perguntando se seria muito mau da minha parte orar pra que alguém desisitisse... porque foi difícil fazer uma escolha de curso, são muitas opções, mas os horários são bem chatinhos, eu tenho tempo livre à tarde, não queria ficar saindo à noite pela cidade, que é o horário que eu já gosto de estar em casa. Mas eis que umas 2 semanas atrás chega uma cartinha da Volkshochschule (sim, aqui eles mandam cartinha pra tudo, acho super legal) dizendo que tinha uma vaga do tal curso pra mim!! EBA!!! Imagina a minha felicidade né? O curso é pra ser básico, 1 vez por semana, 10 encontros, pra aprender a fazer alguma coisas com a máquina de costura... nada estravagante, mas como aprender nunca é demais, vamos ver como vai ser... começa em janeiro!! Espero poder fazer algumas amizades por lá, se não só aprender alguma coisinha nova já tá valendo né!!

   Por aqui já estamos entrando em clima de natal, como deu pra perceber pelo design do blog, e para tanto foram compradas forminhas de fazer bolacha e um livro de receitas de natal... To quase maluca escolhendo o que eu vou fazer... mas acho que vou me ater às receitas mais tradicionais que eu nunca fiz sozinha, antes de arriscar alguma outra mais desconhecida, também porque eu quero comer bolachinhas que eu gosto né... A massa se Lebkuchen já fiz semana passada e está descansando na geladeira e lá pelo dia 20 eu pretendo terminá-las. "Hein, dia 20?? Como assim, hoje é 22 e vc quer deixar a massa tanto tempo na geladeira?? Vai estragar..." Pois é isso mesmo minha gente... a mocinha da receita escreveu que o recomendavel nessa receita é deixar a massa descansar por 2 meses!! Mas como eu li isso tarde demais a minha massa vai descansar só 1 mês mesmo... hehehhe... acho que vai ficar bem bom... o mais divertido sou eu no supermemrcado tentando achar onde os alemaes queridos expoem as coisas que se pedem nas receitas... tem ingredientes que nao faco ideia do que sejam e pra que servem, mas ta na receita vou colocar né, divertido vai ser fazer as adaptacoes depois que voltar pro Brasil... enquanto isso nao acontece eu me delicio com quitutes natalinos tipicamente alemaes!! E eu nem gosto né?? Se der tempo amanha tento traduzir a receitas se vcs quiserem...ainda dá tempo...  Ahh, o tal livro é esse aqui ó:

o tal do livro
fonte: www.buchoffizin.de
 eu recomendo, vale muito a pena!! E tem mais outros muitos também da Dr. Oetker que me parecem muito bons e que estao na minha listinha de presentes... se alguém quiser me dar um presente de natal... huihihihi

Também estou ajudando com os figurinos da apresentacao natalina das criancas da igreja... a principio queria que eu costurasse, mas dai avisei que nao tenho pratica nenhuma ainda me que seria melhor se eu tivesse alguma ajuda, mas que faria sem problema nenhum... Mas parece que nao tem mais ninguem que costura naquela igreja e tivemos entao que mudar de planos... dei a ideia de cortar estrelas e com as crioancas vestidas de preto fazê-las parecerem um céu estrelado ( a historia é em torno de uma estrela que acha que nao brilha o suficiente). Idéia acatada, fomos nós comprar tecidos e acessorios pra fazer as tais estrelas, e agora estou eu cortando, e cortando estrelinhas... ainda vou ter que engomar todas elas, para que fiquem duras, e decorar cada uma...aff... trabalheira, mas acho que vai ficar bem legal!!
E por fim, meu ultimo projeto, pessoal, foi fazer uma capa pra chaleira de vidro que a gente tem... com inverno sabe como é né tudo esfria bem mais rápido, numa jarra de vidro a coisa fica ainda pior... Madurei a idéia acho que quase 1 mês e na sexta fomos entoa comprar lã pra eu poder colocar minhas idéias em pratica... comecei na mesma noite, tirando algumas dúvidas no youtube, porque fazia um tempão que nao fazia crochet, mas a ideia no final deu certo, o problema foi o tamanho... grande demais... ainda no domingo desmanchei tudo e refiz alguns cálculos... ontem e hoje tentei de novo, e dessa vez saiu o dito cujo!!! Imaginem a minha felicidade!! Adoro quando meus projetos dao certo!!!

a capa
o fundo

a amarração


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…