Pular para o conteúdo principal

Passeios - parte 6 - neve e Weihnachtsmarkt (26 novembro)

Hoje foi o primeiro dia em que quando acordamos estava tudo branquinho lá fora... ainda não era lá muita coisa, mas eu fiquei bem feliz e contente!! Eu realmente fiquei o dia todo me sentindo uma criança, porque cada hora que olhava pra fora e via aqueles floquinhos brancos caindo, gritava: NEVE!!! Acho que só as crianças mesmo me entenderiam... não foi a primeira vez que vi neve na minha vida, aliás as duas vezes que estive aqui na Alemanha (em 96-97 e em janeiro desse ano), eu vi a tal da neve... da primeira vez eu nao gostei nada, eita treco gelado que fica entrando por tudo (isso porque logo no primeiro dia a gente foi descer um morro de trenó e eu levei um tombo, e como estava naquela fase maravilhosa da adolescência, achei o resto todo do negócio muito chato - e depois a gente ainda foi esquiar na Áustria, mas acho que isso é assunto prá outra vez...). Esse ano, em janeiro, meu contato com a neve foi mais divertido, apesar de não ter um sapato adequado, mas ainda assim meu teniszinho "made in Brasil" deu conta do recado, bem mais do que a bota comprada meio às pressas em Frankfurt no dia seguinte à nossa chegada... Mas enfim, apesar de já ter tido contatos anteriores, e até mesmo recentes, hoje eu me diverti com o fato de estar caindo gelo do céu!!!
logo cedo de manhã, a vista da cozinha era essa
e a vista do quarto essa
aqui dá prá ver bem que estava nevando
perto do almoco comecou a nevar cada vez 
mais até acumular nas árvores
a vista do quarto depois da neve
e mais uma vez a vista da cozinha, 
já quando estava começando a escurecer
Como falei, parecia gente que nunca tinha visto neve na vida, fiquei tirando muitas fotos... foi no mínimo divretido...
Obviamente que não podíamos perder a oportunidade de sair e passear um pouquinho lá fora... Como tínhamos que comprar cartões de natal aproveitamos e fomos pro centro... Depois de cumprida a missão, aproveitamos prá passear pelo Weihnachtsmarkt, dessa vez funcionando!! Tem muita coisinha legal, muito artesanato em madeira e coisinhas bonitinhas de natal, eu quase fiquei doida, porque muitas daquelas coisas me lembram a minha infância, coisas que a gente tinha em casa ou via na casa das Omas... E tinha também muuuita gente, o pessoal gosta mesmo de passear, mesmo num frio de -1°C , ou entao de tomar o tal do Glühwein (algo tipo quentão), porque essas eram as barraquinhas que estavam lotadas de gente!! Conforme prometido, algumas fotos abaixo e o convite de quem já quiser se anunciar prá vir passear com a gente no Weihnachtsmarkt do ano que vem, porque sério, as fotos não mostram nada, tem que ver ao vivo!!!











Comentários

  1. Carla (Männich)
    Enviado em 04/12/2010 as 13:50
    Que legal!!! Quando eu for visitar vocês, vou nessa época! Só pra ver neve também! Vou parecer uma criancinha também! E vou querer fazer um boneco de nevee! huahauha
    E a Weihnachtspyramide, nunca tinha visto grande! Temos uma pequena em casa, com velas!! hehe
    Compraram enfeites de natal pra colocar em casa??
    Beijo!


    babisenberg
    Enviado em 01/12/2010 as 15:03 | Em resposta a Ana.
    a gente nao experimentou, será que é boa?? ficou a dúvida…

    Ana fluck
    Enviado em 01/12/2010 as 12:52
    Caipinha quente?! Essa é nova!
    Uma boa idéia publicar um bom a respeito do tempo de vcs aí! =)
    Bjs

    lukasgg
    Enviado em 29/11/2010 as 17:45
    nós temos que começar logo a coleção de canequinhas… se for deixar tudo pra um dia só a gente fica bêbado… hehehe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…