Pular para o conteúdo principal

Passeios - parte 5 - Weihnachtsmarkt

Sábado à tarde saímos prá passear no centro da Hamburg, prá olhar idéias prá presentes de natal e também porque o Lukas achou que já estaria acontecendo a Feira de Natal (Weihnachtsmarkt) que acontece todos os anos em praticamente todas as cidades por aqui, ou pelo menos nas maiores. Pelo que li a respeito, no início essas feiras eram prá que as pessoas pudessem fazer seus estoques de inverno e com o tempo foi cada vez mais sendo relacionadas com as festas natalinas:(http://de.wikipedia.org/wiki/Weihnachtsmarkt). E ali se acha de tudo, desde as coisas tradicionais como as deliciosíssimas bolachas, como também bijuterias e coisas mais esotéricas. Enfim, infelizmente no dia que fomos ainda não estava aberto, estavam ainda montando as casinhas, e sim, aqui são casinhas de verdade, de madeira e tal, nada de barraca de lona como em Curitiba, é tudo feito com muito cuidado e capricho, dá gosto de ver!!  E a Feira acontece pelo centro todo da cidade, não só ali em frente à Rathaus, como se imaginaria, mas em qualquer lugar que tenha espaço prá montar uma casinha. E tem muuuuitas árvores espalhadas pela cidade, e aqui eu me refiro aos pinheirinhos de verdade (ou da família, essas denominações de árvores não é comigo). Thomas, fiquei pensando se não tinha alguma da fazenda de vcs, pq sério, tem muitas, até falei pro Lukas que se a gente roubar uma prá pôr aqui em casa ninguém nem vai dar por falta, o problema é só carregar ela escondida dentro do trem...
Mas enfim, tinha levado a máquina a tiracolo justamente prá tirar fotos da Feira, mas mesmo que ela não estivesse funcionando ainda tirei algumas... E provavelmente essas são as que vão aparecer com menos gente em cima, porque deve lotar isso quando abrir!! Quando a gente for passear, vou tirar mais fotos e depois posto aqui prá vcs verem.











Ontem, terça-feira, tivemos a primeira neve desse inverno... ainda foi só mais uma chuva com neve, já que a temperatura estava acima dos 0°C (os termômetros marcaram 2°C na maior parte do dia), portanto a neve que caiu derreteu logo que chegou ao chão ou aos casacos e|ou guarda-chuvas das pessoas que andavam pela rua. Nós também fomos prá rua, mais porque estava planejado do que por causa da neve, mas que foi divertido foi... Fomos ao cinema!! Mas fomos ao cinema em inglês, nosso alemão não é tão bom assim ainda prá assistir filmes sem legenda, e em inglês é um pouco mais fácil... aqui tem um cinema que só passa filmes em inglês, ou segundo eles, na língua original. Achei bastante interessante, a sala fica dentro de um antigo teatro e ali junto tem um café onde as pessoas vão, muitos estrangeiros na realidade... O mais bizarro é que eles passam propagandas antes de começar o filme, no Brasil isso ainda não acontece muito, mas acho que foram pelo menos 10 minutos de propaganda, e só 2 trailers de filmes, achei isso  muito estranho, e em frente à tela de projeção, enquanto não está passando nada tem uma cortina com o nome do cinema, acho que isso ainda é um herança do teatro... Hamburg é uma cidade grande, portuária, por isso tem muito estrangeiro por aqui... nós inclusive tb participamos de uma igreja em inglês,  é uma comunidade voltada aos estrangeiros... mas enfim, sobre isso talvez escreva outro dia...  Então é isso, fomos ao cinema e quando saímos ainda estava nevando... fomos ainda comprar minha bota impermeável e quentinha, que depois de muito procurar e pensar acabei por decidir e aproveitamos que estávamos no centro prá ir na loja e trazê-la prá casa!! Agora sim, pode esfriar o quanto quiser, meus pés estarão sempre quentes e sequinhos!!!!!!!!!!
Para os próximos dias previsão de temperaturas abaixo de zero, e neve, nada muito exagerado, ainda só de leve... não vejo a hora de ficar tudo branquinho!!!

Comentários

  1. lukasgg
    Enviado em 26/11/2010 as 22:22
    bota maravilhos hein… nada mais de reclamar de pés frios… vou te fazer dormir com essas botas… hehehehe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…