Pular para o conteúdo principal

Pôr do sol em Hamburg

Ontem parece que todo mundo que têm uma máquina fotográfica foi tirar belas fotos junto ao Alster, o rio/lago aqui no centro de Hamburg! 


Eu achei que iria aproveitar que tinha nevado durante a noite pra fazer algumas fotos do Weihnachtsmarkt com neve, mas esqueci do detalhe que o centro de Hamburg quase nunca tem neve, só uns poucos montes de gelo que se acumulam aqui e ali... 


Acho que perde toda a magia de neve, mas enfim, as pessoas precisam passar e sem levar tombos fazer suas compras de natal... acho triste, mas é a realidade de cidade grande. 


A criança aqui ficou feliz em voltar ao bairro onde mora e ver que  pelo menos aqui ainda tem neve no chão e nas árvores e nos telhados (até a chuva prevista pra amanha chegar e acabar com a minha alegria). 


Mas foi bem bom passear e olhar com outros olhos aqueles mesmos lugares de sempre, e aquelas luzinhas todas brilhando, alegrando o "fim de tarde" (que acontece às 4h). 



O sol não chegou a aparecer por completo ontem, mas ainda assim o "por do sol" estava divino!!


Comentários

  1. Oi Babi!!
    Que lindas as fotos!! Linda de mais essa árvore!!
    Beijãoo! Saudades!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carla!! Também acho ela bem linda assim no meio do lago, especialmente que agora ele estava comecando a congelar...

      Saudades de vc tb!!

      Excluir
  2. Que lindo!!! Paisagens assim me dão uma paz!

    ResponderExcluir
  3. que lindo, e que frio me deu só de olhar as fotos! beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahha, nem estava tao frio nesse dia... já está esquentando por aqui, acho que nada de natal branco esse ano, de novo!

      Excluir
  4. Eta cidade linda!!!!!
    E as fotos ficaram 10! Parabéns...
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Que lindooo!!! =OO
    Estou muito curiosa sobre como vai ser... creio que não vou ver neve pelo menos nos primeiros dias aí... Vou torcer hehehe, afinal, quinta feira que vem eu já embarco!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, acho que neve, pelo menos pros proximos dias nao está previsto... Mas a gente torce né, vai que...

      beijos

      Excluir
  6. PIREI nas fotos! Ficaram lindas!!
    Amanha vou em um mercadinho de natal (AMO!), mas também estamos sem neve por aqui (hoje está até "calor" com 5 graus positivos. huahua). Pena que choveu o dia inteiro e me bateu aquela preguicinha de fazer qualquer coisa que nao fosse deitar e ver filme. hahahaha
    Beijao!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Leticia!!!

      Aqui também fez esse "calor" todo e o centro estava lotaaaaado de gente, ainda bem que ja fiz minhas comprinhas!! Muito empenho andar no meio daquela muvuca toda, boa sorte pra você!!!

      beijo

      Excluir
  7. Bárbara, que lindas fotografias!
    Todas elas :-)
    Quase que dá vontade de me pôr a caminho e ir até lá, só que já deve ter desaparecido a neve toda. Por aqui está um "Verão" com 8 graus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!
      Olha que está lindo por aqui, apesar do "verão"!! ehheheh

      Excluir
  8. Pensei que ontem já tinha comentado :-)
    São fotografias maravilhosas estas do anoitecer em Hamburgo. Gostei mesmo muito.
    :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. demorei pra liberar comentários hj, agora já aparece!

      Excluir
  9. Agora que eu to conhecendo esse lado ruim da neve aos poucos, esse monte de meleca que fica pelas ruas, gelo no chão te esperando escorregar, sujeira e sujeira...isso ainda é outra realidade pra mim.
    Mas a neve fresquinha é tão linda, tão macia, tão magica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o lado ruim da neve, a sujeira que fica enquanto/depois que ela derrete!! Mas se Deus quiser teremos neve novinha pr natal!!! Torcendo!!!!

      Excluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…