Pular para o conteúdo principal

Mais um trilho

Quando meus pais vieram em junho/julho do ano passado, pedi pra trazerem minha caixa de costura, ou pelo menos as coisas que eu tinha guardado lá dentro. E no meio dos muitos badulaques, tinha restos de muitos tecidos, especialmente dos que usei pra fazer os fuxicos do casamento. Como por aqui ainda não tenho uma caixa pra guardar tanta coisa, e também porque alguns eu não aguentava mais olhar toda vez que mexia na cesta de artesanato, decidi usar todos os restos fazendo trilhos para colocar no parapeitos das janelas aqui de casa... já que eles não são nada bonitos e muito mal cuidados pelos moradores anteriores. Foi um teste, para ir aos poucos me aprofundando na arte de fazer Quilts... mas decididamente deveria ter começado com quadrados maiores... cortei muitos quadradinhos pequenos, que na hora de costurar ficaram meio tortos. Mas acho que o charme de produtos feitos à mão é justamente esse...
cortando quadradinhos...
separados por estampa...
decidindo os conjuntos...
pra nao me perder...
costurando...

vários quadradinhos, virando um quadrado maior...
emendando tudo
o verso
a frente
o resultado final


E aí? O que acharam??????

Comentários

  1. Achei lindo, que otima ideia!

    Quando eu aprender a costurar vou fazer iguais, amei!

    Parabens!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Dani, é uma ótima maneira de acabar com restosde tecidos que a gente tem em casa, ou mesmo tecidos de roupas velhas... nesses meus aí tinha até tecido que veio de uma roupa de cama antiga minha! Super reciclagem!! hehehhe

      beijos

      Excluir
  2. Oi, Barbara!
    Que bacana o seu blog! O trilho pro parapeito ficou lindo, gostei muito da ideia.
    Um beijo,
    Ângela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ângela!! Que bom que passou por aqui e gostou!! O nosso parapeito tá tao detonado que tive que dar um jeito... gostei bastante do resultado também.
      beijo pra vc e bom fim de semana

      Excluir
  3. Oi Vi um comentario seu no blog da Nina, cliequei no seu nome e vim conhecer sua casa, ja vi como foi sua parcoa por ai, por sinal muito gostosa, com ovos coloridos, bolo que parece uma visao do paraíso e ovos enfeitando os lugares, muito lindo, e diferente tb, aqui na Noruega teve esses ovos coloridos tb. Super diferente pra nós Brasileiros acostumados com aquele ovao de gordura(chocolate) né? Mas mesmo assim encantador.
    Esse post de agora sobre o retalhos, me levou a infacia, minha mae fazia muitos lencois com retalhos, hoje ela ja está com 79anos, nao costura mais e eu cabecinha de ovo nao aprendi costurar rsss sei o basico do basico, tipo um botao, um barra e só rsss. Voce eh bem prendada ficou linda sua janela, parabéns, gostei muito do blog bem feito, com fotos que eu amo fotos, ou seja sem duvida volto mais vezes por aqui, um grande abraco!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wilqui!!
      Que bom que veio me visitar!!
      Com esse negócio de costura comecei agora só, minha vó era boa nessas coisas, mas minha mae nunca gostou muito, entao nao aprendi... mas agora cada vez ,mais gosto de me intrometer nesses artesanatos... tô adorando!!
      beijinhos

      Excluir
  4. Que lindo que ficou!! Adorei mesmo! Você também mora aqui em Hamburgo, né? Me conta onde que você fez aula? Estou super me empolgado a fazer também a cada novo post seu :-)

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Karen!!

      Moro aqui em Hamburg sim. Olha, o curso de costura, onde aprendi a fazer a calça, fiz na Volkshochschule!! Nesse caso específico eu tive aulas em Sternschanze e parece que em Bergedorf também tem coisas ligadas à costura, mas tudo depende do curso e do horário. Eu acho que vale muito a pena, hoje mesmo vou começar um curso de fotografia tb da VHS, e esse vai ser aqui pertinho de casa, vamos ver qual vai ser a do curso...

      beijo

      Excluir
  5. Ficou uma graça!! :) Deu um charminho para a janela!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…