Pular para o conteúdo principal

Sopa paraguaia

Receita típica aqui da região, especialmente do lado do Paraguai, mas muito difundida aqui no Mato Grosso do Sul. Posso dizer que é uma torta salgada de milho. O nome estranho, diz a lenda que se deve ao fato de durante a Guerra do Paraguai os soldados levarem sopa de milho nas marmitas, mas como era muito líquida colocavam mais farinha para engrossar. 
Muita gente usa farinha de milho para fazer, eu já prefiro muito mais a receita com o milho natural mesmo, as duas versões no entanto ficam muito boas.

essa da foto tem um molho de carne moída jogado por
cima e colocado no forno com queijo ralado pra derreter


Minha receita: 
- 2 cebolas picadas em cubinhos
- 4 colheres (sopa) de margarina
- 2 latas de milho verde
- 2 ovos inteiros
- 500 ml de leite integral
- 500g de queijo (pode ser mussarela, ou prato, ou meia cura)
- 3 xícaras de fubá mimoso
- sal a gosto (depende do quão salgado estiver o seu queijo)

Frite a cebola na manteiga, até que ela fique amarelinha (não precisa dourar). Enquanto isso, bata no liquidificador, em velocidade alta, o milho, os ovos e o leite (não precisa bater por muito tempo. É legal deixar uns pedaços mais inteiros). Despeje a mistura do liquidificador na cebola frita (se tiver gente chata em casa que não coma cebola aconselho bater ela também junto no liquidificador, fazia isso quando um amigo meu ia comer e ele nem reparava), mexendo para incorporar tudo.  Acrescente o fubá, o queijo e acerte o sal (e outros temperos/ervas, caso quiser). Misture bem. Despeje tudo em uma assadeira untada com manteiga e farinha. Leve ao forno pré-aquecido a 230graus e asse até ficar dourado por cima.

Comentários

  1. Minha mãe fazia esta "sopa" todo sábado à noite... muito boa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal saber que mais gente conhece! Sempre me olham torto quando anuncio a tal de "sopa" hahahha, mas no fim todo mundo adora!!

      Excluir
  2. Nunca tinha ouvido falar desse prato, acho o máximo quando descubro coisas sobre o meu país que eu nem imaginava! Eu adoro milho, se deixar como uma lata sozinha, acho que ia gostar muito dessa receita :)

    Babi, a receita de currywurst que você fez você pegou na internet? Eu salvei umas aqui pra tentar fazer, mas se você tiver pego da internet me passa? Eu prefiro pegar receita que já foi feita por alguém que eu "conheço", não gosto de testar uma receita e ela não ficar boa porque além de desperdiçar comida, acabo desperdiçando o meu tempo também :P haha

    beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com um país desse tamanhão tem sempre alguma coisa que a gente não conhecia né?! Também adoro essa diversidade!

      Te mandei a receita por e-mail, muito boa mesmo, experimente que vale a pena!!

      beijos

      Excluir
  3. Hmmm... que delícia!!
    Essa receita tá no meu livro de receitas!! Na primeira vez que você fez já anotei... boa demais! :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…