Pular para o conteúdo principal

5 semanas

Esse tempo passa é voando mesmo! E faltam-me maos disponíveis pra escrever aqui sempre que tenho vontade. Vou atualizar vocês em tópicos que fica mais fácil.

- Nós estamos nos adaptando bem uns aos outros. Claro que tem os dias de querer jogar tudo pro alto, largar o bebê na porta da igreja e continuar dormindo sem choro de criança com cólica no berço ao lado.

- Minha mãe esteve por aqui entre a segunda e a quarta semana do pequeno. Foi meio cansativo ter mais alguém em casa, a gente ainda sem ter se acostumado ao ritmo do pequeno e vice-versa, mas foi uma mão na roda não ter que pensar em almoço e passar a pilha de roupas que se juntou nas primeiras semanas.

- Leopold já fez sua primeira viagem de trem. Fomos visitar Bremen, com mais calma do que em dezembro com a parentada que mora por lá.


- Minha madrinha, tia do meu pai, que mora em Kassel veio num domingo com mais uma prima pra conhecerem o bebê. E os outros parentes afastados da família do meu pai mandaram cartões e presentinhos pro pequeno. Adoro a atencao que os alemães dão pra famílias de recém nascidos!

- Aos poucos vou conseguindo fazer o serviço de casa. O corpo já colabora de novo e entre uma dormida e outra do Leopold consigo ir ajeitando o que eu acho que seja necessário.

- Tenho que dar gracas à Deus por ter um marido que trabalha em casa. Assim o Lukas e eu dividimos as atividades e não fica pesado pra ninguém (ou pros dois). 

E agora preciso ir porque o dever me chama! Até a próxima folguinha...

Comentários

  1. Oi Bárbara! Que legal saber notícias de vocês :-). Agora é mesmo um tempo de descobertas, você vai conhecendo o seu bebe e aos poucos sabendo exatamente o que ele quer, imagino que esta fase seja especial para ambos, pois o Leopold também está descobrindo os pais dele :-).
    Tudo de bom ai pra vocês e até a próxima folga! Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sandra! Realmente muitas descobertas por aqui!! beijao

      Excluir
  2. hahahaha, morri de rir com o "na porta da igreja"! Tenho certeza que vc é uma mae maravilhosa, mas dificuldades todo mundo tem, né?
    Boa sorte com o neném!!! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, acho que todo mundo passa por essas crises, especialmente assim nos primeiros dias!

      beijo

      Excluir
  3. Que nome lindo Leopold! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Fazia tempo que eu nao vinha fazer uma visitinha e eis que seu bebe Leopold estah aqui!!! Parabens pelo filhote e, confesso, me emocionei ao ver vc com seu bebe no wrap! Eh a melhor coisa do mundo! Tenho um gurizinho de quase 8 meses e aqui Tragetuch rules! O melhor lugar do mundo para um bebe eh o colo da mae!!!
    Muito leiteve Amor pra essa familia linda!!!
    Jux
    Sylt/DE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que voltou!! Ahh, aqui a gente é "alternativo" mesmo (segundo muitos comentários vindos das famílias brasileiras que insistem que temos que ter um carrinho e um bebê conforto e afins...). O Tragetuch por aqui rules também, e é muito prático!!

      beijo

      Excluir
  5. Gostoso saber de vocês... que esta tudo bem.
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  6. Amo você porque diz o que pensa sem ser essas mães que escrevem seeeempreee a mesma coisa linda e cheia de flores e corações, como se o início da vida com um bebê fossem somente encantos e maravilhas! assim você permite que a gente se sinta mais "de verdade" entende? eu, como você, nunca vou ser essa coisa artificial que as pessoas querem que a gente seja! e se eu precisar dizer, digo!! beijão pra vocês três (e uns a mais aí no pequeno porque ele é fofo)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é Letícia, aprendi com você. E esse mundo não é cor de rosa mesmo, acho um saco gente que pinta tudo assim. Dá pra ser feliz mesmo quando o mundo não é perfeito não é mesmo?!! beijos pra vocês também!!

      Excluir
  7. nossa Babi! mesmo com o BB pequeno vc já está fazendo muita coisa!!!! cuidar da casa, do bb, do marido e do Blog!!!! fazer um passeio de trem! WOWWWW muito mais do eu fiz!!!
    poxa.... as colicas continuam..... é por tempo, e dá desespero mesmo qdo a criança não pára de chorar... realmente achamos que não vamos mais aguentar!!! mas somos mais fortes do que pensamos e aguentamos, afinal Deus escolheu o leopold para ser cuidado por vc e pelo Lukas....
    eu demoro pra passar por aqui, mas sempre que der vou mandar um oi!!!
    Deus abençoe vcs! bjs e saudds - Mi Stumm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Mi,quando dá a gente faz outras coisas, mas não é fácil não,mal e mal sobra um tempinho pra mim por aqui ultimamente...hehhehe

      Excluir
  8. Parabéns pela chegada do baby!!
    Toda felicidade do mundo pra vcs!!
    Estava off por um tempo, mas hj estou retomando as atividades bloguisticas!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Daniela!
      Eu também nao ando muito ativa na vida bloguística, mais por falta de tempo mesmo...
      beijao

      Excluir
  9. Nao deixe Leopold na igreja rs Brincadeira,cansa muito mas logo,logo ele dormirá a noite inteira

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Conte-me o seu segredo...

Postagens mais visitadas deste blog

torta alemã

Alguém sabe me dizer a origem da chamada torta alemã? Porque aqui na Alemanha mesmo, nunca vi nenhuma torta desse tipo como a que conhecemos no Brasil... 
Dei uma pesquisada no google, mas não tive muitas respostas não. As duas versões que me fizeram mais sentido foram: 1- que uma descendente de alemães lá em Santa Catarina ficou com saudades das tortas da sua terra natal e adaptou uma torta com os ingredientes encontrados ali; 2- que seria uma versão do conhecido Kalter Hund, que a torta alemã teria em diferente um creme de manteiga e creme de leite ao invés do chocolate como recheio. E aí, alguém tem palpites?? Ou já viu uma torta alemã na Alemanha??

A diferença entre Quark e ricota

Quando tínhamos ainda vacas na fazenda, lembro que a mami fazia a tal chamada ricota pelos brasileiros, mas a gente lá em casa sempre chamou de "quark"... beleza, depois que vc tem que procurar o negócio no mercado se acostuma com o nome ricota, que todo mundo diz que é o do tal negócio... E é uma coisa que eu gosto muito de comer... Um tempo atrás decidi que queria comer panquecas, e prá mim a melhor delas é a recheada com ricota! Vamos então no mercado comprar "quark" que é prá ser o mesmo que a chamada ricota no Brasil... Mas não é a mesma coisa não!!! Primeiro a consistência é bem diferente, o quark é bem mais macio que a ricota, e também bem mais azedo... A ricota brasileira é meio esfarelenta, mais seca, o quark é um creme, uma pasta bem fácil de passar no pão por exemplo. Foi então pesquisar na internet, prá descobrir então se por acaso não existia uma diferença entre eles, já que eram tão diferentes... achei que a principio fosse só uma diferença de nomenc…

Odeio ser chamada de tia

Cresci em família de descendência alemã, pra mim sempre foi super normal chamar meus tios e tias de Onkel e Tante, até hoje não consigo me referir à eles sem esse pronome (se é que o nome é esse mesmo, mas vocês entendem o que eu quero dizer). Pra mim tia era o  nome pelo qual as minhas amigas chamavam a minha mãe e a mãe de todos os amiguinhos da escola. No Brasil isso é super normal, pelo menos lá onde eu cresci. É meio que costume chamar pessoas mais velhas de tio ou tia, um sinal de respeito. Então pra mim, esse negócio de tia sempre pega por esse lado. Meu maior terror quando voltar aos Brasil é voltar a ser chamada de tia (me arrepio só de pensar). Pra piorar sobrinhos do marido foram ensinados a me chamar de tia, já sentiram a minha reação né?!  arrepios... É ainda pior quando adultos se referem a mim com esse “pronome”, ui, mais arrepios... Por isso meus filhos vão chamar seus tios de sangue de Tante e Onkel, assim como os avó são Opa e Oma. Gente, não consigo me referir a par…